ENTRE RIOS – Ação sobre segurança no transito acontece na quarta, 20


 

“Minha escolha faz a diferença no trânsito” é tema do CONTRAN para  campanha 2017
Estimular no cidadão entrerriense reflexão sobre as regras básicas para um trânsito mais seguro. “Minha escolha faz a diferença no trânsito” é tema do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) para  campanha 2017.
“A ideia é acender um “sinal verde”no trânsito. Não importa se somos pedestres, ciclistas, motociclistas ou motoristas. Estamos com o sinal amarelo ligado para que, a longo prazo, possamos excluir os vermelhos que os acidentes escrever em nossas vidas”, explicou o responsável pelo Retran de Entre Rios, Osny
A ação realizada pelo Retran acontece no dia 20 de setembro, com blitz educativa Às 9h e às 14h, com entrega de folhetos educativos e simulação externa de acidente de trânsito.
A campanha tem apoio da Prefeitura Municipal de Entre rios, por meio das secretarias de Saúde, por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgẽncia (SAMU), Secretaria de Defesa da Mulher, Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, Polícia Militar, 2° Ciretran Alagoinhas e Detran.

CAMAÇARI: Só no último sábado ocorreram 10 assassinatos no município


Sobe para dez os assassinatos que foram registrados em Camaçari neste sábado (16/09/2017). Morreram JOSÉ BATISTA DA SILVA E SILVA, 24  anos, no Bairro Verde Horizonte as 12h30; JOSÉ CARLOS DOS SANTOS, 23  anos, na Rua Principal do Parque Florestal as 3h da madrugada; e uma pessoa NÃO IDENTIFICADA do sexo masculino, as 2h na Praça Abrantes no Centro da cidade. Esses três já foram oficializados pela SSP/BA, que também confirmou a morte de Fabio Alves Felix, de 27 anos, assassinado as 17h30 na Rua Nosso Senhor dos Passos, no Bairro Cristo Redentor.

Pela manhã já havia sido informado o assassinato do  jovem  Ruan Lopes, de 17 anos, morto dentro da sua residência no Bairro do Parque Satélite, por volta das 3h da madrugada. De acordo com informações os assassinos invadiram a casa que fica na Pracinha do Satélite e mataram Ruan que estava dormindo em um sofá. A morte dele ainda não foi contabilizada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Mais duas mortes

Ainda circulam informações de fontes seguras que mais duas mortes ocorreram em Camaçari na mesma madrugada deste sábado. Sendo uma as 2h45 no Bairro Nova Vitória, próximo ao Colégio Paulo Freire, na Rua do Campo onde a vítima tem o pré-nome Alex (vulgo Seriguela).

No Bairro Dois de Julho, na Rua Dois de Julho, de acordo com essas informações morreu assassinado Edson do Carmo as 5h45 em frente a sua residência nas escadarias.

Mais mortes podem ser confirmadas:

Informações dão conta que mais dois homens foram mortos na localidade de Parafuso na tarde de hoje, e nesta noite pelo menos três pessoas foram baleadas e uma morreu no Phoc 2, próximo a um churrasquinho. Nesta situação dois baleados eram cadeirantes e segundo informações um deles morreu.

Há muita movimentação policial nas ruas da cidade.

RUAN LOPES

O jovem  Ruan Lopes, de 17 anos, foi morto dentro da sua residência no Bairro do Parque Satélite em Camaçari, por volta das 3h da madrugada deste sábado (16 de setembro de 2017). De acordo com informações os assassinos invadiram a casa que fica na Pracinha do Satélite e mataram Ruan que estava dormindo em um sofá.

De acordo com relatos de moradores essa madrugada foi de terror Parque Satélite, Florestal, e Bomba. “Deus nos proteja” disse um.

BANDIDO MORTO

O carro usado pelos criminosos que mataram o soldado da PM Antônio Jorge do Nascimento, 38 anos, foi encontrado na manhã deste sábado, 16, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o veículo, um Corsa Hatch, foi achado na Estrada da Cetral.

O corpo de um dos bandidos foi achado dentro do automóvel. O nome dele não foi revelado. Os outros dois envolvidos no crime já foram identificados e são procurados, segundo a SSP.

Antônio Jorge foi morto após perseguir assaltantes que roubaram um posto de combustível. Ele pediu reforços e não chegou a dar voz de prisão ao grupo, mas os bandidos perceberam que estavam sendo seguidos e atiraram em direção ao soldado.

Eles trocaram tiros e Antônio Jorge foi baleado. Ele foi levado para o Hospital Geral de Camaçari (HGCA), mas não resistiu.

“As guarnições que deram socorro ao militar, que não estava de serviço, encontraram a arma dele descarregada, demonstrando que houve um confronto”, contou o comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Região Metropolitana de Salvador, coronel Luziel Andrade.

O carro usado no crime foi roubado em Dias D’Ávila

 

Fonte: Site Bahia Já

Policial civil é morto a tiros e mulher é baleada na ilha de Vera Cruz


 

Edson tinha cargo de investigador e trabalhava no posto policial do Hospital do Subúrbio, em Salvador

Um policial civil identificado como Edson Silva Oliveira, conhecido como “macarrão”, foi morto a tiros em via pública e a companheira dele foi baleada, no fim da tarde deste domingo (17), em Catu, na Ilha de Vera Cruz, na Bahia, informou a polícia local. Edson tinha cargo de investigador e trabalhava no posto policial do Hospital do Subúrbio, em Salvador.

Segundo o Batalhão de Polícia Militar da ilha, testemunhas informaram aos policiais que quatro homens armados chegaram ao local em um veículo preto, um deles atirou e, em seguida, todos fugiram levando o carro do policial. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou à imprensa que a companheira do policial foi socorrida por populares para o Hospital Geral de Itaparica. Não há informações sobre o estado de saúde dela. Equipes da 24ª Delegacia Territorial, com apoio de guarnições da 5ª Companhia Independente da Polícia Militar, investigam a morte do policial.

A polícia afirma que o investigador respondia a um Processo Administrativo Disciplinar por trafegar com carro adulterado e por envolvimento com prática criminosa de extorsão. Ele chegou a ficar preso na Corregedoria da Polícia Civil. Agora a polícia investigar se o assassinato tem alguma ligação com dívidas a criminosos.

Dois terremotos atingem cidades do Paraná; maior magnitude foi de 5,1 graus


 

Dois terremotos foram registrados em duas cidades do Paraná na madrugada desta segunda-feira (18). De acordo com o portal G1, os fenômenos foram confirmados pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo. O primeiro tremor, de 4,5 graus de magnitude, foi registrado à 0h16, com epicentro na cidade de Rio Branco do Sul, a 50 quilômetros da capital, Curitiba – inicialmente, o Centro de Sismologia informou ser a cidade de Itaperuçu, mas a correção foi feita às 4h45. O terremoto estava a 51 quilômetros de profundidade. O outro abalo sísmico, de 5,1 graus de magnitude, ocorreu na cidade de São Jerônimo da Serra, que fica a 337 quilômetros de Curitiba. Neste, o terremoto foi gerado a 10 quilômetros de profundidade. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não foram registradas ocorrências durante a madrugada.

 

 

Possível delação de Geddel será principal obstáculo de Temer em luta contra segunda denúncia


 

O presidente Michel Temer (PMDB) acredita que, com articulação nos bastidores e manutenção do discurso contra a segunda denúncia apresentada pelo Ministério Público contra si, conseguirá o arquivamento na Câmara.

Apesar disso, segundo o jornal Estado de São Paulo, o principal obstáculo de Temer será a possível delação premiada de Geddel Vieira Lima (PMDB), preso há oito dias em Brasília e que já deu sinais de que deve contar tudo o que sabe à Justiça.

Amigo íntimo de Temer desde a década de 90, Geddel conhece o presidente desde o governo Fernando Henrique. A expectativa do Palácio do Planalto é que Geddel entregue outros donos dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento ligado a ele em Salvador.

 

 

Faustão ignora regra da Globo e faz homenagem a seu amigo Marcelo Rezende ao vivo


O apresentador Fausto Silva ignorou recomendação da Globo de não citar emissoras concorrentes nem personalidades de outros canais e fez uma extensa homenagem a seu amigo pessoal, Marcelo Rezende, que morreu no último sábado depois de uma luta árdua contra câncer de pâncreas e fígado.

“Rezende mostrava uma imagem agressiva, mas que no fundo não era nada daquilo. O Marcelo era uma figura doce, generosa… Além da grande tristeza, [a imagem que tínhamos] é que ele estava sofrendo muito. Essa coisa do câncer vai dilacerando a pessoa. Então, só nos resta aqui desejar as condolências à família. Até porque ele foi um cara que viveu e viveu intensamente”, disse Faustão.

“Eu o encontrei um tempo atrás e eu percebi que [ele, o Marcelo] estava se definhando e sofrendo. A gente tem que pensar muito mais na situação de quem está enfrentando esse problema do que no egoísmo de querer que a pessoa sobreviva de qualquer maneira”, completou, acrescentando que Rezende era “uma das estrelas da Record”.