Para OAB, é inadmissível que Senado use voto secreto no caso Aécio.


A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reputou como “inadmissível” a hipótese de o Senado adotar a votação secreta para resolver sobre o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG), determinado pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) em 26 de setembro.”Mais que nunca, a sociedade brasileira exige transparência e honestidade na aplicação da justiça. Voto aberto, portanto”, clamou o presidente nacional da OAB, Cláudio Lamachia.Segundo Lamachia, o Brasil passa por uma crise de ordem moral que submete a classe política brasileira ao maior desgaste de sua história. “O resgate de sua credibilidade, essencial à preservação da democracia, exige por parte dela rigoroso senso de cumprimento do dever cívico, dentro das regras da ordem jurídica e constitucional”, opinou.O STF decidiu na quarta-feira, 11, que o Senado deve dar a palavra final sobre o cumprimento de decisão de afastamento entre outras medidas cautelares que afetem direta ou indiretamente o exercício de mandato parlamentar.”Ao decidir que a suspensão de medidas cautelares a um parlamentar é prerrogativa do Legislativo, o Supremo Tribunal Federal colocou nas mãos do Senado uma responsabilidade que não admite subterfúgios, destacou o presidente da OAB. “A expectativa da OAB e da sociedade é de que os senadores honrem o seu mandato e sejam transparentes em suas decisões.”

MinC reprovou contas de turnê de Zé de Abreu por ausência de notas


Em valores atualizados, as notas fiscais totalizam R$ 127 mil

O Ministério da Cultura (MinC) afirmou que a reprovação da prestação de contas de uma turnê de teatro do ator José de Abreu se deveu à ausência de notas fiscais que, em valores atualizados, totalizam R$ 127 mil, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

Eles deverão ser restituídos ao Fundo Nacional de Cultura. O total captado foi de R$ 299 mil.

As contas já haviam sido reprovadas e em seguida aprovadas. O MinC disse que a primeira medida se deveu a um “erro na entrega de documentação”. Após recurso, a prestação foi considerada correta, depois de “análise simplificada”, procedimento adotado para projetos com valor abaixo de R$ 350 mil. Por fim, a partir de um requerimento do deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), a falta das notas fiscais foi constatada.

 

 

 

Fonte:Bahia.ba

‘Sheik da Bahia’ se recusa tirar foto de mulher: ‘Não fede nem cheira’


O empresário Iuri Santos, mais conhecido como “Sheik da Bahia”, provocou uma saia justa no Instagram. Famoso por ostentar nas redes sociais – com mulheres, lancha, dinheiro, camarotes entre outros – , o dono da loja de roupas Iuri Modas ganhou a ira de uma mulher após postar uma foto em que ela aparece deitada em uma espreguiçadeira, atrás dele.

“Engraçado que a pessoa tira a foto comigo atrás. Tá de brincadeira, né? Pode apagar, até porque não sou a pessoa pública para aparecer nas suas fotos sem permissão”, comentou Bianca Tanioka, que foi flagrada pelo “sheik” em um flat de Salvador.

Logo em seguida, o empresário rebateu e se recusou a tirar: “Não sei quem é você, para mim não fede nem cheira. Tirei minha foto, se saiu alguém atrás não posso fazer nada. Se tivesse pedido com educação para apagar eu ia pensar se apagava ou não”.

Suposto namorado de Tanioka, o advogado Carlos Ribeiro também reforçou o pedido. “Só pedimos para que você retire a foto com imagem não autorizada de uma pessoa. Não há nada mal nisso. Nós circulamos no mesmo ambiente e é melhor nos cumprimentar e fazer amizade do que inimizade”.

Pertinente, Iuri continuou em tom ameaçador. “Mestre, os prints de você fazendo ameaça estão aqui. Ainda ligou para minha assessoria me ameaçando. A foto está aí. Vá registrar sua queixa ou caminhe para cima. Estou aqui no flat, homem. Desça aí que conversamos”.

A foto permanece no Instagram de Iuri, tem uma marcação de uma loja de biquínis e aparece “editado”.

 

 

Fonte:Bahia.ba

Jipeiros Fazem A Alegria Das Crianças De Alagoinhas, Pedrão E Aramari.


 

Os jipeiros do Alagoinhas Jeep Club fizeram a alegria de centenas de crianças das cidades de Alagoinhas, Pedrão e Aramari no dia de hoje (12). Foi um dia especial, pois os 18 membros do Clube, com o apoio de inúmeras empresas, se cotizaram e compraram mais de mil brinquedos, distribuídos em áreas carentes das três cidades. Em Alagoinhas a distribuição aconteceu na zona rural da cidade.Além dos brinquedos, as crianças desfrutaram de refrigerantes e cachorro quente,“A satisfação em poder levar um pouco de alegria para essas crianças é muito grande, por isso, quem ganha o presente de verdade somos nós”, disse André, membro do Clube.

 

 

 

Fonte:gazetadosmunicipios

Polícia Apreende Drogas, Facas E Celulares Na Delegacia De Alagoinhas.


Policiais da 1ª Delegacia Territorial de Alagoinhas, DRFR, 2ª Coorpin, com o apoio de Policias Militares do 4º BPM, realizaram na última quinta-feira, (11/10), revista na parte interna da carceragem da delegacia de Alagoinhas.

De acordo com as informações, durante a operação foi encontrado os seguintes objetos: onze celulares de marcas variadas, dez carregadores, vinte e um pinos plásticos (vazios), dois pinos plásticos, contendo uma substancia aparentando ser cocaína, dois pinos pequenos com vestígios de uma substância aparentando ser cocaína, quatro pedaços de serra de metal, duas facas tipo peixeira, uma faca feita com pedaço de chapa, uma faca de cozinha, cinco pedaços pequenos prensados de maconha, um pedaço maior do mesmo entorpecente, dois “chunchos”, um cachimbo artesanal e duas barras de ferro retirados da estrutura de uma das celas.
Todo material foi apreendido e apresentado a autoridade plantonista. As substancias encontradas foram encaminhadas para perícia no Instituto Médico Legal
Fonte:seligaalagoinhas

BRASIL Gilmar Mendes manda desbloquear bens de Sérgio Gabrielli.


 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou, na quarta-feira (11), o desbloqueio de bens do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli. As informações são do site da revista Época. A decisão anulou efeitos de um acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) do ano passado, por meio do qual foi decretado o bloqueio dos bens de Gabrielli por suspeita de envolvimento no prejuízo causado à Petrobras a partir da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. A decisão de Gilmar foi tomada um ano após o próprio ministro negar um pedido liminar de Gabrielli para desbloquear R$ 10 mil mensais. Ontem, no entanto, o TCU determinou, em outro processo de tomada de contas, o bloqueio de bens de Gabrielli, da ex-presidente Dilma Rousseff e do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci. A defesa de Gabrielli diz que recorrerá da decisão.

 

 

 

Fonte:Politica Livre