Filha de suspeito em caso Marielle teria namorado filho de Bolsonaro, afirma delegado


A filha de Ronnie Lessa, um dos homens presos nesta terça-feira (12) como suspeitos do assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (veja aqui), foi namorada de um dos filhos do presidente da República Jair Bolsonaro. A informação foi confirmada pelo delegado Giniton Lages, responsável pela investigação do crime.

“Isso tem [namoro entre os dois], mas isso, para nós, hoje, não importou na motivação delitiva. Isso vai ser enfrentado num momento oportuno. Não pe importante para esse momento”, explicou o delegado, sme dar mais detalhes.

O policial militar reformado Ronnie Lessa, acusado de disparar contra as vítimas, mora no mesmo condomínio que o presidente Jair Bolsonaro e o filho Carlos Bolsonaro, na Barra da Tijuca.

Bahia Notícias

Kannário pode perder mandato após pedido de major da PM; entenda


Na manhã desta terça-feira (12/3), o major da Polícia Militar, Copérnico da Silva Mota, que também é presidente da Associação dos Oficiais Militares Estaduais da Bahia – Força Invicta, protocolou, junto ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, representação para verificação da quebra de decoro parlamentar contra o democrata baiano Igor Kannário.

Crédito da Foto: Aratu Online

Segundo o Força Intacta, a iniciativa partiu de uma demanda dos oficiais da Polícia Militar do Estado da Bahia depois que o artista desfilou dois dias no Carnaval de Salvador com um figurino que fazia referência a uma facção criminosa da capital baiana. Nas ombreiras da vestimenta estava gravado a frase “Comando da Paz”.

Aratu Online

Prefeito Joaquim Neto prestigia início das aulas do AABB Comunidade


O Programa AABB Comunidade deu início às atividades do ano letivo 2019 com uma solenidade realizada na manhã desta terça-feira (12), na sede da entidade. 120 educandos  estão inseridos no programa, que atende crianças e adolescentes do 1º ao 9º ano, com faixa etária de  6 aos 17 anos, matriculados na Rede Pública de Ensino.

Realizado por meio de convênio entre a prefeitura e a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), o programa tem o objetivo de contribuir para a inclusão, a não repetência e a permanência da criança na escola, integrando as famílias , a escola e a comunidade.Para isso, são oferecidas oficinas de Futebol, Futsal, Dança, Canto e Coral, práticas musicais, Artes Cênicas, Artes Plásticas e Capoeira. Como parte das atividades, diariamente, o educando tem aulas de complemento educacional I e II, contando, também, com uma alimentação balanceada.

Para a coordenadora pedagógica do Programa, Eliane Chagas Vila Flor, o resultado obtido junto aos alunos valida o objetivo proposto: Educar para a Cidadania. “Prova disso é que a prefeitura continua acreditando no Programa e renovou o convênio com a Federação das AABB’s e a FBB, e até 2020 continuará arcando com o pagamento dos nossos educadores, demais funcionários e com a alimentação de qualidade. Agradecemos a oportunidade de estarmos juntos, mais um ano, e desejamos que nossos educandos alcancem o protagonismo em sua vidas sociais”, afirmou a coordenadora.

“Os meus filhos de 9 anos participa há três anos do AABB Comunidade. A equipe inteira é super dedicada  e a experiência contribui para uma maior disciplina, possibilita fazer amigos e aprender valores que ele levará para a vida inteira”, conta a dona de casa, Aline dos Santos Ramos.

O secretário de Educação Tácio Lobo destacou a importância do programa  para o desenvolvimento social do município. “A qualidade do trabalho desenvolvido aqui no contraturno vai ao encontro da rota positiva pela qual Alagoinhas está trilhando no momento, com a participação de programas como o Educar pra Valer, em parceria com Fundação Lemann. Estamos trabalhando continuamente para firmar outras parcerias importantes e as perspectivas são de grandes avanços”, afirmou o secretário.

O Prefeito Joaquim Neto esteve presente nesta manhã para desejar as boas-vindas às crianças e adolescentes, conversou com os alunos e trocou ideias. “O programa usa os espaços que a AABB possui para aplicar as diretrizes de ensino que o programa propõe, contribuindo para que estas crianças se tornem cidadãos e cidadãs mais conscientes e preparados”, destacou o gestor.

O ato de início das aulas contou, ainda , com a participação do Gerente- Geral do Banco do Brasil em Alagoinhas, Antônio Roberto de Jesus, com o presidente da AABB, Juarez Moreira, subsecretário da SEDUC, Jean Afonso, representante dos educadores do programa, Antônio Marcos Souza, dos vereadores Bebé e Pastor Lins,  equipe pedagógica envolvida, pais e alunos.

Secom/Prefeitura de Alagoinhas

Fotos: Roberto Fonseca

Presidente do Grupo CVC Turismo fez delação premiada


O empresário Guilherme Jesus Paulus, presidente do Grupo CVC Turismo, procurou espontaneamente a Polícia Federal e a Procuradoria da República, e fez delação premiada. As revelações levaram a Polícia Federal e a Procuradoria da República a deflagrar a Operação Checkout, terceira fase da investigação Descarte.

Foto : Divulgação / PF

A investigação aponta propina de R$ 39 milhões do grupo para cancelar autuação de R$ 161 milhões da Receita no âmbito do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

Ação conjunta da PF, Receita e Procuradoria saiu hoje (12) às ruas para cumprir 23 mandados de buscas e um de prisão temporária, decretados pela juíza federal Michele Mickelberg, da 2.ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

A PF apreendeu R$ 85 mil em espécie e joias e o lobista Átila Reys Silva foi preso.

Metro1

Após críticas, Lava Jato desiste de criar fundação para gerir multa bilionária


Força-tarefa acrescenta que o valor está depositado em conta judicial vinculada à 13.ª Vara Federal de Curitiba, com rendimento pela Selic

A força-tarefa da Operação Lava Jato entrou em acordo junto ao Ministério Público Federal e decidiu pela suspensão dos trâmites da homologação de uma fundação para gerir recursos devolvidos pela Petrobras de R$ 2,5 bilhões. Em nota divulgada na tarde de hoje (12), os promotores apontaram o diálogo como um dos temas que devem ser enfrentados antes de se pensar numa estrutura para gerir os recursos.

“Diante do debate social existente sobre o destino dos recursos, a força-tarefa está em diálogo com outros órgãos na busca de soluções ou alternativas que eventualmente se mostrem mais favoráveis para assegurar que os valores sejam usufruídos pela sociedade brasileira”, afirma o texto. A força-tarefa acrescenta que o valor está depositado em conta judicial vinculada à 13.ª Vara Federal de Curitiba, com rendimento pela Selic.

De acordo com o jornal Estado de S. Paulo, os R$ 2,5 bilhões correspondem a 80% das penalidades definidas no acordo celebrado pela Petrobras com autoridades dos Estados Unidos, divulgado em setembro de 2018. Pelo acordo, esse montante será pago no Brasil, para ser revertido à própria estatal.

A pedido da Procuradoria, a Justiça homologou o termo, onde era previsto que metade da cifra fosse destinada a ‘um fundo patrimonial (endowment), cuja gestão será feita por uma fundação independente, ainda em fase de criação’. No entanto, o tema chegou a ser contestado por PT e o PSOL junto ao Tribunal de Contas da União (TCU). Para o advogado criminalista e professor de direito penal Yuri Carneiro, em entrevista à Rádio Metrópole, a fundação privada é “absolutamente questionável”.

Metro1

Projeto de combate a sonegadores do INSS deve ser enviado esta semana


Reforma da previdência dos militares não será fatiada

Polícia prende PMs suspeitos do assassinato de Marielle Franco


Um dos presos, o policial reformado Ronnie Lessa, é apontado como o suspeito de fazer os disparos contra a vereadora; crime foi planejado com três meses de antecedência

Foto : Divulgação / PSOL

Policiais da Divisão de Homicídios e promotores do Ministério Público estadual do Rio de Janeiro prenderam, na manhã de hoje (12), o policial militar reformado Ronnie Lessa, 48 anos, e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos, apontados como suspeitos pelos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorridos há quase um ano, em 14 de março de 2018.

De acordo com as investigações, Ronnie seria o autor dos disparos contra a vereadora e Élcio teria dirigido o veículo, do modelo Cobalt, usado para levar o executor. O policial reformado foi levado para a Divisão de Homicídios do Rio por volta das 4h30. A investigação ainda tenta esclarecer, no entanto, quem foram os mandantes do crime e a motivação.

Segundo os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, o crime foi meticulosamente planejado com três meses de antecedência. Ronnie fez pesquisas na internet sobre locais que a vereadora frequentava. Além disso, desde outubro de 2017 o policial pesquisava sobre a vida do então deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), além de fazer buscas sobre o então interventor na segurança pública do Rio, general Braga Neto.

A operação ainda realiza mandados de busca e apreensão nos endereços dos denunciados. Durante todo o dia, haverá buscas em 34 endereços de outros suspeitos de envolvimento no crime.

O sargento Ronnie Lessa foi preso na casa onde mora, no mesmo condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro tem um imóvel, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Catu Urgente: Moradores da zona rural não aguentam mais tamanha violência


No andar da carruagem, é bem provável que nos próximos meses, você passe pela zona rural de Catu e encontre apenas casas e propriedades vazias, tamanho é o medo das pessoas em viverem numa TERRA DEVASTADA E SEM LEI.

Imagem ilustrativa

Quadrilhas cada vez mais investem contra os seus moradores levando pânico e medo aos que ali residem, onde no entardecer a sensação de insegurança aumenta nas roças, e “um pé de gente” na se ver nem nas portas das casas.

Isso não significa que dentro dos imóveis eles estejam protegidos uma vez que, arrombamentos acontecem com freqüência e na maioria das vezes as pessoas passam o maior sufoco nas miras das armas, sendo humilhadas, ameaçadas de morte etc.

TERRA DEVASTADA:

Mesmo sendo uma local rodeado de poços de petróleo, os governantes não estão nem ai para aquele povo, pois com a maior estatal ainda em funcionamento a Petrobrás na região, o asfalto que poderia ser de referência, é sim de forma contraria dificultando a vida dos transeuntes facilitando a ação dos marginais.

Não existe uma semana para que não haja no mínimo uns 10 assaltos, isso registrado em delegacia, fora os que desacreditaram no sistema e preferem o anonimato com medo de mais repressão dos bandidos.

Imagine você ser dono de um ponto comercial e a todo momento, viver a sensação de insegurança, vendo que tudo que você levou uma vida para construir, pode se acabar a qualquer momento.

TERRA SEM LEI

Muito pouco são as ações policias que se tem conhecimento, no intuito de coibir o avanço da criminalidade no trecho, onde um lugar que já foi sinônimo de tranqüilidade, hoje não passa de uma “terra sem lei”,  em que os seus moradores começam a descobrir que o sonho de uma vida tranqüila se foi, e que a realidade é um pesadelo cotidiano onde a próxima vitima pode ser ele.

Assaltos na BR 101

Já noticiamos uma série de assaltos a ônibus interestaduais, onde as quadrilhas buscam as suas vitimas nas estradas esburacadas, geralmente voltando para casa, e ali são rendidas em seus carros levadas para um cativeiro, passando a noite no relento com uma arma apontada, tendo seus corpos devorados por infames mosquitos à noite toda.

Na alvorada do próximo dia os meliantes ainda fazem questão de levar as vitimas de volta às suas residências deixando assim um recado bem claro, de que se a denuncia for feita a represália também será certeira, fica a pergunta: QUEM AGUENTA VIVER EM UM ALUGAR ASSIM?

Acorda “GERA”

Queremos com estas poucas linhas chamar atenção do prefeito da cidade Geranilson Requião que os seus munícipes das comunidades de Fazenda Lama Branca, Lagoa Escura, Rio Negro, Estantes, Panelas e Baixa da Areia clamam por socorro, que o senhor como o chefe do executivo amigo pessoal do governador Rui Costa, se empenhe mais cobrando segurança para essas pessoas que um dia escolheram tal localidade para viver e construir os seus sonhos.

Mais uma na estatística

Na noite do ultimo domingo dia 10, mais uma família da localidade de Lagoa Escura  viveu cenas de horror, quando tiveram o seu imóvel invadido por meliantes, onde foram ameaçados de morte e perderam alguns eletros eletrônicos, e em seguida a mesma quadrilha invadiu uma igreja também roubando instrumentos caixa de som etc.

Acorda povo da zona rural de Catu, se organizem cobrem seus direitos.

Funcionários de montadora em Camaçari anunciam indicativo de greve


Funcionários da montadora de veículos Ford realizaram uma assembleia com indicativo de greve, na manhã desta segunda-feira, 11, no Polo Industrial de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, Júlio Bonfim, a assembleia foi realizada como um processo legal para indicação de uma greve.

“A assembleia de hoje foi mais um diálogo com os funcionários. Na próxima quinta-feira, 14, faremos uma segunda assembleia para aprovação da greve. Se a Ford não se posicionar, iniciaremos a greve na terça-feira da próxima semana, dia 19”, diz Júlio.

Ainda segundo o presidente do sindicato, a greve pode acontecer por conta de uma perspectiva de demissão em massa apresentada pela montadora, que pode acontecer no final deste mês. Júlio também denuncia que a Ford ameaça cortar benefícios dos funcionários, como salário, manutenção do clube dos trabalhadores e mensalidade dos associados da sindicato.

Portal A TARDE tentou entrar em contato com a Ford, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.

A Tarde

Zona Azul: Usuários têm até o dia 30 de março para a conversão da tarifa de pós-utilização em créditos


Os usuários do sistema Zona Azul que ainda não apresentaram os avisos de irregularidades pendentes do mês de fevereiro de 2019, terão de 14 a 30 de março para a conversão, em créditos, no Sistema DigiPare, da tarifa educativa de pós-utilização (20 reais para carros e 6,40 para motos).

A tarifa educativa de pós-utilização é aquela cobrada aos condutores que são notificados por não realizarem o pagamento pela vaga dentro do prazo de tolerância de 15 minutos. O pagamento no prazo de 24h, da tarifa de pós-utilização da vaga de estacionamento na Zona Azul, evita a cobrança de multas e/ou outras penalidades previstas pelo Código Brasileiro de Trânsito.

Medida provisória, anunciada pela Superintendência de Transporte Trânsito (SMTT), nas primeiras semanas de funcionamento da zona azul, a conversão consiste na devolução do dinheiro em forma de créditos, após ser descontado o valor referente a duas horas de estacionamento.

A conversão em créditos deve ser feita em horário comercial, na sede da empresa concessionária E- Parking, localizada na Travessa Dantas Bião, nº 12, Centro. Telefone da E-Parking: 075 3422 6531.

Secom / Prefeitura de Alagoinhas

PGR determina arquivamento de pedido de suspeição contra Gilmar Mendes


Ação tinha como base a informação de que um dos investigados, o ex-senador Aloysio Nunes Ferreira, contactou o ministro para, supostamente, pedir que ele beneficiasse Paulo Preto

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, determinou hoje (11) o arquivamento de representação que pedia arguição de suspeição ou impedimento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes para atuar  mais em casos envolvendo o ex-senador Aloysio Nunes (PSDB) e Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB.

Foto : Carlos Moura/SCO/STF

De acordo com o portal jurídico Jota, o pedido foi feito procuradores da República que integram a Força-Tarefa da Lava Jato em Curitiba (PR). A ação tinha como base a informação de que um dos investigados, o ex-senador Aloysio Nunes Ferreira, contactou o ministro para, supostamente, pedir que ele beneficiasse Paulo Vieira de Souza, na análise de um habeas corpus. Na avaliação de Dodge, os fatos não apontam amizade íntima entre o senador e o ministro do STF.

“Os fatos narrados pelos representantes — extraídos de diligências apuratórias autorizadas em medidas cautelares judiciais, que lhes permitiram acesso a comunicações telefônicas e telemáticas de Aloysio Nunes Ferreira — chamam a atenção pela ousadia do investigado em, aparentemente, tentar interceder a favor de um réu em ação penal na qual atuaria como testemunha”, escreveu a procuradora-geral.

“Ainda que tenha efetivamente ocorrido, o contato com o gabinete do Ministro ou com o próprio Ministro não revelou amizade íntima entre ambos, nem, do ponto de vista objetivo, influiu, nem determinou o juízo valorativo do magistrado em relação ao réu ou à causa, vez que, na sequência dos fatos narrados, a decisão liminar foi revogada”, afirmou.

Metro1