PSB quer reeleição de Lídice dentro ou fora da chapa de Rui: ‘ela merece voltar ao senado’


O Partido Socialista Brasileiro (PSB) não abre mão de que Lídice da Mata tente reeleição para o cargo de senadora no pleito de 2018. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (11) pelo presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro, Carlos Siqueira. “Ela será candidata a reeleição porque nós consideramos o mandado dela muito bem sucedido e sintonizado com os interesses dos brasileiros. Portanto, ela merece retornar ao senado federal”, falou. Segundo ele, a missão é que Lídice seja candidata pela chapa ‘oficial’, de Rui Costa (PT), entretanto, se não acontecer, o PDT quer que ela seja candidata de qualquer forma. “Esperamos que haja reciprocidade na chapa oficial para que ela possa integrar, já que ela tem sido uma grande aliada no plano estadual e no plano nacional”, afirmou, reiterando a fidelidade de Lídice ao longo dos oito anos em que foi senadora.

Trump quer que Nasa envie americanos para a Lua e para Marte


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai assinar um documento para enviar americanos à Lua e, eventualmente, também para Marte. Segundo informações da agência Reuters, o porta-voz da Casa Branca, Hogan Gidley, afirmou nesta segunda-feira (11) que a Nasa receberá ordens para “liderar uma exploração espacial inovadora”. O documento não estabelece um prazo para que as ações sejam colocadas em prática. “Ele vai mudar a política de viagens espaciais da nossa nação para ajudar os Estados Unidos a se tornar a principal força da indústria espacial, ganhar novos conhecimentos do cosmos e estimular tecnologias incríveis”, comentou o porta-voz, por meio de comunicado.

Jacobina: Polícia da ‘Caatinga’ prende homem e apreende 20 mil pés de maconha


Uma operação apreendeu cerca de 20 mil pés de maconha em Jacobina, no centro norte, na manhã desta segunda-feira (11). O dono da propriedade rural, identificado como Ronaldo Dias da Silva, de 36 anos, também foi preso em flagrante na ação. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o local – situado na região conhecida como Pau de Colher – foi descoberto a partir de um levantamento do setor de inteligência da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Caatinga. Ainda segundo a Polícia, um revólver calibre 38 e munições foram encontrados em um dos cômodos da casa. No quintal, foram localizados quase 20 mil pés de maconha, uma bomba de pulverização e equipamentos utilizados para o cultivo da planta. Ronaldo e todo o material foram apresentados na Delegacia Territorial de Jacobina. “Ação exitosa da Cipe Caatinga. Agiram com cautela e conseguiram a localização e destruição da droga”, disse o comandante de Policiamento Especializado (CPE) da PM, coronel Humberto Sturaro.

João Santana e Mônica Moura falam em R$ 20 milhões de caixa dois a Haddad


Os marqueteiros das campanhas petistas João Santana e Mônica Moura voltaram a relatar à Polícia Federal (PF) que receberam R$ 20 milhões e caixa dois pela campanha do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), em 2012. Eles prestaram depoimento na Superintendência da PF, no bairro da lapa, Zona Oeste de São Paulo. Mônica afirmou, em acordo de delação premiada, que a campanha do petista custou ao todo R$ 50 milhões, dos quais R$ 30 milhões foram pagos de forma oficial pelo PT e R$ 20 milhões por meio de caixa 2. à PF, em São Paulo, ela reiterou a versão. Segundo ela, a parte não contabilizada deveria ter sido paga pelo PT (R$ 5 milhões) e pela Odebrecht (R$ 15 milhões). A empresária disse que a empreiteira pagou sua parte, mas o PT não. A dívida do partido, então, teria sido paga pelo empresário Eike Batista, a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O pagamento no exterior teria sido acertado diretamente com o executivo Flávio Godinho, homem de confiança de Eike. Fez-se então um contrato de trabalho de três páginas, “bem simplesinho”, segundo Mônica. “Essa história é engraçada. Esse trabalho existiu, no fim das contas, porque o João fez um trabalho primoroso de pesquisa e contextualização de uma empresa que o Eike queria montar na Venezuela, em Angola, ligada a petróleo e energia”, detalhou Mônica. A empresária disse não ter a “menor noção” de qual tipo de negócio que Eike poderia ter que o interessasse a pagar a dívida de uma campanha de Haddad. “Na verdade, ele nem sabia que estava pagando a campanha do Haddad, ele estava pagando uma dívida do PT. Eu imagino hoje, lendo tudo que eu leio. Ele estava pagando uma dívida do PT”, afirmou a mulher de João Santana. A assessoria do ex-prefeito se manifestou sobre o assunto por meio de nota. “A declaração de Mônica Moura à Polícia Federal provoca estranheza. A Odebrecht teve suas principais ambições na cidade de São Paulo contrariadas pela administração Haddad. O túnel da avenida Roberto Marinho foi cancelado em março de 2013 e a recompra das CIDEs da Arena Corinthians foi rechaçada pela gestão”. “Segundo o ex-advogado da Odebrechet, Rodrigo Tacla Duran, em depoimento a CPI do Congresso, na condição de testemunha, os pagamentos realizados no Exterior eram relativos a campanhas presidenciais de 2012, em países onde a empreiteira pretendia atuar”. “Haddad reitera que a acusação feita pelo casal Mônica Moura e João Santana é falsa. E reafirma que nunca teve qualquer contato com o empresário Eike Batista e desconhece qualquer projeto de sua iniciativa na cidade”.

Momento do país ‘não nos permite receber férias e 13º’, afirma prefeito de Juazeiro


O ano de 2017 foi desafiador para grande parte das prefeituras baianas e em Juazeiro, cidade do Sertão do São Francisco, a situação não foi diferente. Por conta da crise financeira que o município enfrenta, o prefeito Paulo Bomfim (PCdoB), que também é secretário da União dos Municípios da Bahia (UPB), enviou à Câmara de Vereadores um Projeto de Lei (PL) para promover um corte de 20% do próprio salário, da vice-prefeita e de todos os cargos comissionados nos meses de novembro e dezembro. “É um gesto que você faz com a cidade e com as pessoas que querem melhorar o dia a dia dos munícipes e a infraestrutura da cidade”, explicou. Em entrevista ao Bahia Notícias, Bomfim comentou que o corte foi adotado inicialmente para os meses de novembro e dezembro, mas a possibilidade de continuar com a ação já está sendo analisada. No final de agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) admitiu a possibilidade de pagamento do 13° salário e férias para prefeitos, vices, vereadores e secretários municipais e o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) normatizou a medida que já está valendo para todas as prefeituras baianas. Apesar de entender que todos os trabalhadores possuem direito assegurado de receber esses recursos, Bomfim aponta que o momento pelo qual o Brasil está passando “não nos permite receber férias e 13º”. “Até mesmo porque no mês passado a gente concordou que deveria tirar 20% dos salários. Não tem sentido diminuir nosso salário se optarmos por receber 13º. Fica destoante”, destacou. Sobre a diminuição de recursos como os relativos ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), o gestor teceu críticas ao governo de Michel Temer (PMDB) e afirmou que os prefeitos devem buscar alternativas para não dependerem exclusivamente dos recursos federais. “Eles aumentam o custeio e diminuem o repasse, tudo isso faz com que o município fique cada vez mais fragilizado. Sabemos que esse governo não se preocupa com o povo, se preocupa com meia dúzia de empresários”, declarou. Na entrevista, o Bonfim comenta ainda a situação da saúde municipal, que já foi alvo de denúncias e também da obra do Porto Fluvial de Juazeiro, que teria começado a ser construído há cerca de 18 anos, com recursos da ordem de R$ 10 milhões e que ainda não está pronto.

Temer nomeia ex-mulher de Gilmar para conselho da Itaipu


O presidente Michel Temer nomeou nesta terça-feira, 12, novo diretor e conselheiros da Hidrelétrica de Itaipu. Foi designada conselheira da binacional a advogada Samantha Ribeiro Meyer, ex-mulher do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. Em maio, Samantha assinou parecer usado pela defesa do presidente na ação movida pelo PSDB que pediu a cassação da chama Dilma-Temer. O mandato de conselheira poderá ser exercido até maio de 2020. Também foi nomeado o engenheiro agrônomo Newton Luiz Kaminski para o cargo de diretor de Coordenação de Itaipu, de acordo com decreto publicado no Diário Oficial da União. Atual superintendente de Obras e Desenvolvimento da binacional, Kaminski entrará no lugar de Hélio Gilberto Amaral, que foi exonerado, a pedido. Amaral havia assumido o cargo em junho. Outro conselheiro apontado foi o advogado Frederico Matos de Oliveira, que atua como diretor do Departamento de Articulação com os Estados da Secretaria de Governo da Presidência da República.