Prefeito é assassinado no interior do Maranhão


O prefeito de Davinópolis (oeste do Maranhão), Ivanildo Paiva (PRB), foi assassinado na noite de ontem (11). De acordo com postagem no perfil do prefeito no Facebook, Paiva foi vítima de sequestro quando estava em sua chácara no povoado Jussara, no distrito de Davinópolis.

Prefeito Ivanildo Paiva – Prefeitura de Davinópolis/Divulgação

Segundo a nota na rede social, o corpo do prefeito foi localizado por volta das 9h, no povoado Mata Grande.

A mensagem detalha que o prefeito foi levado na própria caminhonete, mais tarde foi localizada com manchas de sangue, nas proximidades do 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º BIS) em Imperatriz. A casa na chácara teria sido “revirada” e foram vistas manchas de sangue humano.

O inquérito sobre o assassinato está a cargo da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoas. A polícia ainda não se manifestou sobre o caso.

 

Agência Brasil

 

 

Em sua rede social, Jean Wyllys critica Ciro Gomes e revista nacional


Baiano assume seu terceiro mandato como deputado federal em 2019

Geraldo Magela/Agência Senado

O deputado federal Jean Wyllys, do PSOL-RJ, causou em sua conta oficial no Instagram ao atacar o político cearense Ciro Gomes e a revista IstoÉ na noite do último sábado (10). Através de uma publicação, o baiano questionou a polêmica capa da revista lançada nesta semana, que traz a manchete “A Banição do PT” e trata o ex-governador como líder da “nova esquerda”.

“Não sei se tenho mais pena de Ciro Gomes ou da Quanto… digo, IstoÉ. E, no caos dessa revista, o uso da palavra ‘banição’ (de acordo com a norma, a palavra é “banimento”) está em completo acordo com a indigência intelectual e a mediocridade do presidente eleito e sua equipe”, comentou.

Entre seus seguidores, o posicionamento de Jean Wyllys sobre o tema foi bastante aceito. “Ciro é mais um que quer se dar bem, mas ele se apequenou e meu voto não tem nunca mais!”, comentou um internauta. Outro foi ainda mais radical. “Honestamente, que capa ridícula! Ciro nunca foi de esquerda! E nunca será pelo visto”.

Natural de Alagoinhas, Jean Wyllys é jornalista com mestrado em Letras e Linguística pela UFBA. Sua carreira política começou em 2010, quando foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro. Em 2019, ele assume o terceiro mandato.

Varela Notícias

Vitória e Bahia empatam em último clássico do ano em 2 a 2


Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Ceará, na Fonte Nova, quarta-feira (14). Já o Vitória, também na quarta, disputa com o Sport, na casa do adversário

O clássivo entre Vitória e Bahia, que aconteceu hoje (11) no Barradão, acabou com empate em 2×2. Aos sete minutos do primeiro tempo, Léo Ceará abriu o placar para o Vitória, mas o tricolor conseguiu empatar aos 38 com gol de Nilton, o primeiro dele pela equipe. Ceará, no entanto, colocou a equipe na frente aos 21 do segundo tempo. A felicidade não durou muito, pois, quatro minutos depois, Ramirei deixou tudo igual.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O primeiro gol aconteceu após cobrança de escanteio de Benítez. Ceará, quase da pequena área, cabeceiou e jogo a bola no fundo das redes do goleiro Douglas. Antes de marcar, logo com a saída de jogo, Léo Ceará foi penalizado com um cartão amarelo.

Ao tentar parar ataque do Vitória, aos 17 da primeira etrapa, o voltante George, do Bahia, levou também um cartão amarelo.

Já o gol do Bahia aconteceu aos 37 minutos da primeira parte do jogo. O volante balançou as redes após jogada de Ramires, que colocou a bola no meio da defesa da equipe adversária. Sem marcação, Nilton marcou de cabeça.

O Vitória tomou a dianteira da partida, novamente, com Ceará, que aproveitou vacilo de Douglas Grolli e marcou. A vantagem, porém, não durou muito. Oportunista, Ramires aproveitou o erro de Ronaldo na saída de bola e empurrou para o gol, que estava vazio.

Ainda na primeira etapa, o clube tricolor teve dificuldade para sair para o jogo. Com isso, usou e abusão dos chutões. O vitória, por sua vez, explorou muito a letaral esquerda.

Apesar da deficiência no lado esquerda, o professor do Bahia, Enderson Moreira, aos 25 minutos, escolheu trocar o operador do lado direito. Saiu Nino Paraíba e entrou Bruno.

2ª etapa – A segunda metade começou com chance de gol para o Bahia. A equipe voltou dos vestiários e, em erro da defesa do Vitória, a bola foi parar nos pés de Léo. O lateral chutou com força, mas a bola desviou em Ramon e quase entrou na meta defendida por Ronaldo.

Poucos minutos depois, Erick, do Vitória, driblou Zé Rafal e quase desempatou para os donos da casa. A felicidade só não foi maior, pois, minutos depois, o Bahia carimbou a trave com uma finalização de Júnior Brumado.

Técnico do rubro-negro, João Burse trocou de atacante aos 14 minutos: tirou Erick e colocou o experiente Neilton. A mudança na parte ofensiva foi acompanhada pelo Bahia, que tirou Junior Brumado e colocou Edigar Junio. Brumado, antes de deixar as quatro linhas, levou um amarelo por retardar a saída.

Na última etapa, Burse fez as duas últimas modificações que tinha direito na equipe: tirou o lateral Benítez, que tinha um amarelo, e colocou Fabiano. Mudou também Arouca e colocou Yago.

No final do jogo, um choque entre Douglas Grolli e Léo chamou atenção. O zagueiro do Bahia, Grolli, foi penalizado com um cartão amarelo. Após o fim da partida, o Vitória foi vaiado. O clube segue na zona de rebaixamento para a série B. Já o tricolor, subiu para a 10ª posição ao somar 41 pontos.

O público total do último clássico do ano foi de 21.714 pessoas. Destes, 15.016 pagantes. O borderô registrou ainda 1.810 sócios corporativos e 4.888 pessoas pelo Sou Mais Vitória. A renda total do jogo foi de R$ 190,868,00.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Ceará, na Fonte Nova, quarta-feira (14). Já o Vitória, também na quarta, disputa com o Sport, em um clássico regional, na casa do adversário. Os jogos começam, respectivamente, às 20h e 20h45.

Congresso vai deixar rombo de R$ 259 bi para Bolsonaro


Levantamento do jornal Folha de S. Paulo aponta efeitos de pautas aprovadas pelos parlamentares às vésperas do fim da legislatura

Os deputados e senadores da atual legislatura devem deixar um impacto de ao menos R$ 259 bilhões nas contas públicas para o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), segundo levantamento do jornal Folha de S. Paulo. O valor é relativo aos efeitos, para os próximos quatro anos, de dez projetos aprovados ou que avançaram no Congresso em 2018.

Embora haja um teto que contém a expansão de gastos, os parlamentares impulsionaram propostas que vão na direção contrária. É o caso do aumento de 16% nos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que leva a reajustes em todas as esferas do serviço público. O custo anual da medida é de R$ 5,3 bilhões, segundo a consultoria de Orçamento do Senado. Outra pauta aprovada nesta semana foi a medida provisória do Rota 2030, que estabelece incentivos fiscais a montadoras de veículos.

Há, ainda, a liberação da venda direta de etanol das usinas aos postos de combustíveis (custo de R$ 2,4 bilhões ao ano), além de benefícios para transportadoras (R$ 9 bilhões), derrubada de vetos para autorizar o refinanciamento de dívidas de pequenas empresas (R$ 7,8 bilhões em dez anos) e reajuste salarial a agentes comunitários de saúde (R$ 4,8 bilhões).

Foto: José Cruz / Agência Brasil

Lauro de Freitas pode ter empresário do ramo de supermercados como prefeito


Com o fim da eleição presidencial, a movimentação para as eleições municipais de 2020 já começou na Bahia. No meio político de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o que se ventila é que o município pode ter um empresário como sucessor da prefeita Moema Gramacho (PT).

Segundo informações obtidas pelo Bahia Notícias, o dono da rede de lojas Atakarejo e ex-marido da deputada estadual Mirela Macedo (PSD), Teobaldo Costa, já articula sua candidatura a prefeito da cidade. Um de seus principais incentivadores é o deputado federal João Gualberto (PSDB), também empresário do ramo de supermercados, que foi prefeito de Mata de São João.

Teobaldo é um empresário bem visto no meio empresarial pela sua trajetória. Começou a vida como taxista e foi jornaleiro, empacotador, ambulante e gandula. Atualmente, é um dos maiores empregadores da Bahia.

Com residência na cidade, o empresário lançou Mirela como vereadora de Lauro, entre os anos de 2013 e 2016, assumindo para si a coordenação da campanha. Ele chegou a ser cogitado dentro do PSDB para ser candidato a deputado federal nas eleições deste ano. No entanto, acabou não concorrendo.

Foto: Reprodução

Bahia Notícias

Agentes da PRF impedem homem de se jogar de viaduto na BR-324


Policiais rodoviários federais impediram na tarde desta quinta-feira, 8, um homem de 44 anos de se jogar de um viaduto na BR-324, que dá acesso à Estação Pirajá, em Salvador.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele já estava sobre a grade de proteção quando os agentes chegaram ao local. Após conversar com o homem, os policiais conseguiram puxá-lo para o lado de dentro.

Ainda conforme a PRF, ele algou estar desempregado e ter sido abandonado pela esposa. O homem foi conduzido para um centro de reabilitação, onde receberá apoio e orientações.

Foto: Divulgação | PRF

A Tarde