Bombardeiro do governo atinge centenas de Civis na Siria


A esperança de paz na Síria caminha pela beira do abismo após a escalada de ataques que solaparam uma trégua em vigor há dois meses. Bombardeios aéreos nesta quinta-feira em Aleppo mataram pelo menos 27 pessoas no hospital Al Quds, que recebe assistência da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF). Entre as vítimas há três crianças e três médicos, incluindo o último pediatra que restava na zona rebelde da cidade. Metade do total de mortos foi vítima do desabamento de um prédio vizinho, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, que não identificou os aviões responsáveis pelo bombardeio, mas observou que só o regime de Bashar al Assad e seus aliados russos contam com aviões de combate nesse conflito. Bombardear um hospital constitui crime de guerra.

“Condenamos a destruição do hospital Al Quds, perfeitamente identificado como alvo proibido, o que priva a população de atendimento médico básico”, afirmou o MSF em nota. “Foi um ataque aéreo da aviação russa com dois poderosos foguetes”, relatou um ativista local ouvido pela BBC em Aleppo. O Comitê Internacional da Cruz Vermelha alertou que a escalada bélica ameaça causar uma catástrofe, dada a impossibilidade de prestar ajuda humanitária à cidade.

Os combates se generalizaram durante a última semana em Aleppo, principal cidade do norte da Síria, onde, segundo o Observatório, mais de cem civis morreram em bairros controlados pela oposição, e cerca de 50 nas áreas sob poder das forças governamentais. O El Watan, um dos principais jornais do regime sírio, anunciou nesta quinta-feira uma ofensiva imediata para “completar a libertação de Aleppo e sua província”, derrotando “aqueles que pensam em dividir o país”.

“Pode ser a alma mais honesta, mas também uma das mais ignorantes”


Ricardo_Boechat

“Eu não sabia de nada.”

Em 2005, foi essa uma das reações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à revelação do mensalão, esquema de compra de votos no Congresso Nacional durante seu primeiro mandato. A estratégia de defesa mudou algumas vezes até ele passar a negar a corrupção no governo petista — mesmo estratagema utilizado por ele para desqualificar a Operação Lava Jato, que investiga denúncias na Petrobras. Tanto no mensalão quanto no petrolão, alguns de seus auxiliares mais próximos estão envolvidos. Por isso, a frase de Lula sobre sua honestidade, em entrevista a blogueiros simpáticos ao PT, repercutiu bastante no meio político:

bd8a0af781308a999ca19fd8cb957067 (1)

A Rússia e a Ucrânia estão condenadas a um futuro comum.


402347

“Em relação à Ucrânia e aos países pós-soviéticos, em geral, estou convencido de que a posição dos nossos parceiros ocidentais – a Europa e os Estados Unidos — não tem nada a ver com a proteção dos interesses da Ucrânia, mas com tentativas de impedir a recriação da União Soviética. E ninguém quer acreditar em nós que a Rússia, não pretende recriar a União Soviética».

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20151226/3168262/as-frases-mais-marcantes-de-putin-em-2015.html#ixzz3yYtDOTvv

Polícia Civil detalha operação de captura de pastor; ouça a entrevista


Preacher

O delegado Marcus Vinícius Morais de Oliveira foi entrevistado no Band Revista desta quarta-feira (27), quando detalhou a operação de captura do pastor Edimar da Silva Brito, apontado como mentor dos assassinatos da pastora Marcilene Oliveira Sampaio e a prima dela, Ana Cristina Sampaio. Dois suspeitos de executar as mortes já estão presos desde o último dia 20, quando os corpos de Marcilene e Ana Cristina foram encontrados em uma estrada que liga Conquista a Barra do Choça, após sequestro na noite anterior. A pastora Marcilene também era professora da Universidade Estadual da Bahia (UNEB). O marido da professora, que também é pastor evangélico, estava com as duas mulheres no momento da chegada dos criminosos, na noite do dia 19 de janeiro; A suspeita da polícia é de que o crime teria sido motivado por vingança, após as vítimas, que eram colegas do pastor suspeito, terem saído da igreja dele depois de um desentendimento para fundar uma nova e levado a maioria dos fiéis. Ouça a entrevista na íntegra.

Aniversario de São Paulo , mas o presente quem ganha é o povo. Veja porque


Os paulistanos já podem ir preparando o bolso para a facada que virá na próxima conta de energia.

É isso mesmo, o aniversário da cidade de São Paulo, comemorado ontem (25), pode ter trazido muitas alegrias momentâneas, mas não é isso que importa de verdade.

Informações divulgadas pelo grupo IET (Imposto Escondido em Tudo), trouxeram uma notícia nada agradável nessa terça-feira.

O bolo feito para comemorar o aniversário da capital, que custou caro aos cofres públicos, será cobrado com uma taxa extra na conta de energia dos cidadãos.

O informante do grupo, que não quis ter o nome divulgado, informou para nós do Hora 7 que a taxa a ser acrescida será de 15% e está abaixo da inflação. Portanto, eles ainda têm a cara de pau de alegar que estão cobrando pouco.

— Tínhamos que dar um jeito de reaver o dinheiro gasto para alimentar todo o povão que atacou o bolo como se não tivesse comida em casa. O único jeito era embutir o imposto em alguma conta de maneira discreta, mas isso será apenas no mês de fevereiro.

Contudo, caros paulistanos, essa informação deixa muito claro que nada é de graça nessa vida! A taxa prometida para o mês de fevereiro não terá destaque na conta de luz.

É necessário que cada um observe a diferença e compare os valores com as contas anteriores para conseguir chegar a soma total do imposto embutido.

Chuva de Raios em Vitória da Conquista


Foto3-2

Uma tempestade atingiu a cidade de Vitória da Conquista (a 541 km de Salvador) durante este domingo, 6. Aliado com a chuva, raios e trovões assustaram os moradores.

De acordo com o Blog do Anderson, o Corpo de Bombeiros informou que um dos raios provocou um princípio de incêndio no Distrito Industrial dos Imborés. Ninguém ficou ferido.

A imagem registrada por um morador do município mostra o exato momento que vários raios caíram no solo de Conquista.

Traficante é morto após invadir casa e manter mulher e criança reféns


Um grupo ateou fogo em um ônibus, por volta das 8h desta terça-feira (26), na cidade de Pindorama, distrito de Porto Seguro. De acordo com a delegada Valéria Chagas, coordenadora da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis), a ação foi realizada pelo bando do traficante Marvison Paula Gomes, o Marzinho.Com cinco mandados de prisão, sendo um deles referente à morte do soldado da Polícia Militar Denisson Rodrigues Sampaio, 31, Marvinho estava sendo perseguido pela Polícia Militar desde as 4h da manhã.

Durante a fuga, ele invadiu algumas casas. Em uma delas, por volta das 8h, manteve refém uma mulher de 23 anos e uma criança de quatro anos. Cercado pela PM, Marvinho, então, entrou em contato com comparsas e determinou que ateassem fogo no ônibus para desviar a atenção da polícia.

Ainda de acordo coma delegada Chagas, após a negociação entre a polícia e o criminoso resultar na liberação dos reféns, Marzinho atirou na PM, que revidou e baleou o traficante, integrante da facção Mercado, Povo e Atitude (MPA). Marzinho não resistiu e morreu no local da troca de tiros.

Lava Jato se aproxima de Lula, diz líder do PPS na Câmara


O líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR)

Para o líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR), a nova etapa da Operação Lava Jato fecha o cerco contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em nota, o parlamentar diz que neste cenário, resta ao petista elevar a retórica para atacar os investigadores.  “A Polícia Federal já está na vizinhança de um dos principais chefes da organização criminosa que assaltou não só a Petrobras, mas diversas empresas públicas do País. Com a investigação contra os seus filhos e outra sobre a evolução de seu patrimônio pessoal, Lula partiu para o ataque. Mas a ação de hoje mostra que a Justiça, o Ministério Público e a Polícia Federal não se intimidaram”, afirmou Bueno. A Polícia Federal incluiu o tríplex 164-A, que seria da família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Edifício Solaris, no Guarujá, litoral Sul de São Paulo, no rol de imóveis com “alto grau de suspeita quanto à sua real titularidade” sob investigação na Operação Triplo X – 22ª fase da Lava Jato – deflagrada na manhã desta quarta. Ao avaliar mais uma etapa da Operação Lava Jato, o líder do PPS disse acreditar que as investigações trarão mais novidades neste ano. “Trata-se de um esquema de corrupção tão sofisticado e amplo que teremos novos episódios que podem sacudir ainda mais a política brasileira”, previu o deputado. Estadão Conteúdo