Candeias: Prefeitura multa a Petrobras em R$ 5 mi por vazamento de óleo


A prefeitura de Candeias, na região metropolitana de Salvador, informou nesta segunda-feira (11) que multou a Petrobras em R$ 5 milhões porque o vazamento de óleo bruto constatado em um duto da empresa no município acarretou na contaminação do Rio São Paulo, no Distrito de Passé, e do manguezal que fica na localidade conhecida como Pitinga.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Candeias

O executivo municipal destacou que o lançamento do efluente causou danos ambientais e resultou na contaminação da água e no desequilíbrio na fauna local. As prefeitura afirmou que os impactos foram constatados por técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Agricultura (SEMA), que declarou o ocorrido como “acidente ambiental”. De acordo com o G1, a Petrobras informou em nota que o vazamento aconteceu no sábado (8), e foi estimada em três metros cúbicos de “água oleosa”. A empresa ainda não divulgou à imprensa a causa do vazamento. Até o início da tarde desta segunda-feira (11), cerca de 90% da água atingida pelo vazamento já havia sido limpa por uma equipe da companhia. A Petrobras informou também que, após o vazamento, interrompeu a operação da linha e iniciou a limpeza da área. Equipes especializadas em emergências de monitoramento ambiental continuam trabalhando na região. A empresa não falou sobre o impacto do vazamento ao meio ambiente, mas destacou que não houve danos às pessoas que moram na região. No entanto, um protesto foi realizado nesta segunda por moradores integrantes da comunidade em torno do rio que sofreu o impacto.

Bahia Notícias

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Aragão Notícias.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Aragão Notícias pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.