Justiça determina transferência de ex-PM suspeito de participar da morte de Marielle


A Justiça determinou nesta segunda-feira (14) a transferência de Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como ‘Orlando Curicica’, para um presídio federal de segurança máxima. Ex-policial militar, ele é apontado como integrante de uma milícia que atua no Rio de Janeiro.

Além disso, uma reportagem do jornal O Globo aponta que um delator o acusou de ser um dos mandantes da morte da vereadora Marielle Franco. O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, já declarou que Orlando está entre os investigados pelo caso, além do vereador Marcello Siciliano (PHS), e de um policial militar. Orlando está preso desde outubro do último ano após ser apontado como mandante de outro homicídio. Por meio de uma carta, ele negou participação na morte de Marielle.

Foto: Divulgação

Bahia Notícias

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Aragão Notícias.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Aragão Notícias pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.