Mãe Stella sofre preconceito nas redes sociais


Internautas fizeram comentários ofensivos sobre a líder religiosa

De acordo com o portal Metro 1,  a líder religiosa Mãe Stella de Oxóssi, que morreu na quinta (27), aos 93 anos, tem sido alvo de intolerância religiosa e homofobia nas redes sociais.

Muitos comentários ofensivos foram feitos por internautas contra a Ialorixá foram “triste fim… morrer sem Jesus” e “Mãe de incosto [sic], não de santo”. Houve, ainda, quem citasse versículos bíblicos para atacar as religiões de matriz africana.

Foto: Reprodução/Youtube

Outros comentários ofensivos se referiam ao casamento de Mãe Stella com a psicóloga Graziela Dhomini, de 55 anos. “Como assim companheiras? E essa senhora com essa idade tem uma companheira de quê? Não me digam que ela era s… [sic] Realmente, o fim está próximo”, escreveu um internauta.

 

Varela Notícias

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Aragão Notícias.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Aragão Notícias pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.