Ninho Cyclone discípulo de pinóquio


 

Circula nas redes socias, mais precisamente no facebook um vídeo onde aparece o cidadão Ninho Ciclone, fazendo um discurso ao lado do prefeito Joaquim Neto, onde ele AFIRMA que nos OITO anos do governo passado nunca teve a oportunidade de subir no gabinete do ex prefeito Paulo Cezar, o que é uma mentira deslavada.
Assim como o discípulo Pedro, que negou conhecer Cristo, três vezes em uma só noite, Ninho pega o mesmo gancho e ESQUECE que fez do gabinete do ex gestor de sua segunda casa.
Vamos aos fatos:

Me recordo bem de uma certa segunda feira ainda no primeiro governo de Paulo Cezar, onde o Ministério Público recomendou pela retirada dos ambulantes das calçadas, e coube aos secretários Roberto Torres e Juscélio Carmo esta espinhosa missão, naquele dia, a PM também foi solicitada a ajudar na empreitada.

Eu estava nos fundos do banco do Brasil tradicional ponto de lavagem de carros, quando foi abordado por Ninho que solicitou a minha intervenção junto ao prefeito, no sentido que eles NÃO fossem retirados das ruas naquele momento.

De primeira liguei para Paulo Cezar e solicitei dentro de sua agenda, um espaço para os ambulantes falarem, de imediato ele me disse para ir com todos eles para a prefeitura.

Uma parte ficou na porta da e outros subiram ao gabinete, lá o prefeito perguntou se todos estavam presentes, foi quando disseram que a outra parte tinha ficado lá em baixo, Paulo ordenou que queria falar com TODOS e que subissem os demais.

Naquele momento Paulo deu a Palavra a NINHO CICLONE que aproveitou seu momento de “líder” e soltou o verbo.

Depois que falou, o prefeito se comoveu com as palavras de Ninho, e contrariando um pedido da justiça e o trabalho realizado naquele dia por seus Secretários, determinou que os ambulantes voltassem para as ruas, e ainda falou que no governo dele, a prioridade era a geração de emprego e renda, e todos os ambulantes desceram a escada na maior felicidade exaltando assim o nome de Paulo Cezar.

Tempos depois novos problemas surgiam na central de abastecimento e o prefeito viu a necessidade de contratar alguém da própria central para poder fazer um trabalho junto dos feirantes e ambulantes.

O prefeito ligou para mim, e pediu uma sugestão sobre alguém que poderia assumir este cargo e de pronto indiquei o Ninho Ciclone, que de imediato foi aceito e nomeado.

O trabalho dele a frente da central foi tão bom, que lhe trouxe mais prestigio e notoriedade.

Visitas ao gabinete do prefeito e reuniões em outros lugares, com a cúpula dos secretários e cargos mais destacados eram freqüentes.

Ninho se destacou tanto que logo veio a intenção de candidatar-se a vereador.

No vai e vem das arrumações partidárias, a sigla de Ninho ficou do outro lado, e ele teve seguir o seu rumo junto ao Dr Joaquim.

Hoje negando conhecer Paulo Cezar, Ninho como se fosse Pedro, e rejeita o passado e fala no presente, como se nunca tivesse vivido este relato que fiz nas linhas anteriores.

 

Quanto ao Dr Joaquim vem fazendo a sua gestão a seu modo, enfrentando as tormentas da natureza com chuvas frequentes, mas com grande vontade de fazer um bom governo, tempo e dinheiro para isso ele tem de sobra, e nós que vivemos aqui e somos apaixonados pela cidade, temos mais é que torcer para que tudo dê certo.

 

Mentir é feio em qualquer circunstância, é melhor a verdade com prejuízo, do que uma mentira que só vingará até a verdadeira historia aparecer.

Pisou na bola feio Ninho Ciclone, se o velho guerreiro Chacrinha fosse vivo, era capaz dele ganhar um abacaxi como trofel, mas não por bons serviços prestados e sim pela incasável vontade de ser o novo Pinóquio.

 

Receber esse reconhecimento e ver mais uma etapa da transformação de Alagoinhas sendo cumprida me deixa sem palavras e cada vez mais empenhado. #boratrabalhar

Posted by Joaquim Neto on Wednesday, September 27, 2017

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Aragão Notícias.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Aragão Notícias pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.