QUALIDADE DA ÁGUA: Coloração esbranquiçada não se deve a excesso de cloro e não faz mal


Às vezes, ao abrir a torneira e encher um copo ou uma garrafa pode ocorrer de a água ter uma coloração “esbranquiçada”. De acordo com levantamento do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) Alagoinhas, há usuários que pensam tratar-se de excesso de cloro no tratamento. No entanto, a suposição é equivocada.

De acordo com Adriano Almeida, laboratorista da autarquia, o que ocorre nestes casos é que “a partir da entrada de ar na rede de distribuição, suas partículas ficam em grande agitação; isso e a pressão exercida na própria rede dá o caráter esbranquiçado quando chegam nas torneiras”.

Assim, não só jamais se trata de cloro – a rigor, o elemento químico em questão não tem a propriedade de causar a suposta reação –, como o consumo da água em tais circunstâncias não é minimamente nocivo.

De todo modo, caso algumas pessoas fiquem receosas de beber a “água esbranquiçada” mesmo após as explicações, basta deixar o recipiente imóvel e observá-lo por alguns instantes. Invariavelmente, o observador constatará que tão logo o ar é liberado, o que prevalece é a transparência habitual.

No mais, os moradores podem ficar tranquilos, pois o SAAE realiza, diariamente, análises criteriosas das condições de qualidade da água – tanto na etapa de saída quanto na etapa de distribuição.

Com base na importância do diálogo direto, sempre que houver qualquer dúvida ou reclamação, os usuários devem procurar a autarquia através de seus canais oficiais de comunicação, criados justamente para atender à população da melhor maneira possível, seja prestando esclarecimentos, seja realizando algum serviço de ordem prática.

Além do atendimento presencial no Posto de Atendimento (Rua Moreira Rego,9977, Centro), há o WhatsApp e o Call Center. Pelo aplicativo, basta enviar uma mensagem (75) 981804500; o retorno sempre é instantâneo. Pelo Call Center, é só ligar gratuitamente para 0800 702 7065.

ASCOM
Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE Alagoinhas
E-mail: [email protected]
Telefone: (75) 31826031

Redes Sociais
Facebook: www.facebook.com/saaedealagoinhas
Instagram: www.instagram.com/saaealagoinhas
Site: www.saae.alagoinhas.ba.gov.br

“Eu aprendi o que é abraço no CRAM”, diz ex-assistida durante debate sobre rede de proteção à mulher


“Precisava de orientação e fui bem acolhida aqui [Centro de Referência de Atendimento à Mulher – CRAM]. Minha psicóloga me ensinou a dizer ‘sim’ para as coisas que eu quero, mas também a dizer ‘não’ e aprendi a gostar mais de mim. Aqui tem abraço, carinho e a

tenção”, conta uma ex-assistida do CRAM durante o diálogo sobre a rede de enfrentamento à violência contra mulher, realizado na manhã desta quarta-feira (6), na sede do serviço de acolhimento.

O CRAM é a porta de entrada para mulheres em situação de violência no município de Alagoinhas. O equipamento compõe a rede de proteção formada por diversos setores, como: Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), Ministério Público (MP), Guarda Civil Municipal (GCM), CRAM, Casa de Acolhimento, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA) e Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher (COMDEDIM).

Durante o evento que celebrou os seis anos do equipamento de enfrentamento à violência, representantes da rede apresentaram os serviços e discutiram pautas femininas para uma plateia majoritariamente feminina, porém com participações masculinas na escuta. “É importante respeitar o lugar de fala e por isso a mesa será composta por mulheres, só elas sabem o que precisam enfrentar no dia-a-dia e nós, homens, precisamos aprender a ouvi-las e, a partir daí, encontrar maneiras para contribuir com a luta”, afirmou Alfredo Menezes, secretário de assistência social.

 

A simbologia do evento ficou marcada pela escolha de Dilcineia Nery, ex-assistida do CRAM, para realizar a abertura do evento. Ela aproveitou a oportunidade para contar sua história de superação, “o CRAM me acolheu no momento mais delicado da minha vida e para quem se sentia um nada, hoje eu me sinto importante, realizada, superada. A família CRAM me acolheu e me protegeu”, desabafou.

Em seis anos de atuação o serviço já atendeu 4.774 mulheres e acolheu 937 assistidas. “Coincidentemente o CRAM de Alagoinhas comemora seis anos ao mesmo tempo em que a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-BA) comemora sete anos de atuação no estado. O que significa que em menos de um ano houve implantação do equipamento em Alagoinhas. Fico feliz de encontrar aqui uma equipe completa, qualificada e extremamente comprometida. Esse evento é muito importante para que as mulheres conheçam a rede de proteção do município”, disse Lanai Santana, representante da SPM-BA.

Na mesa foram apresentados dados de violência contra mulher pela presidente do COMDEDIM, Juci Cardoso, a participação da PM e da GCM com a Patrulha Maria da Penha, os direcionamentos psicológicos realizados tanto no CRAM, como nos CRAS, o empoderamento de mulheres por meio da autonomia financeira, apresentado pela SPM e o trabalho de investigação e registro das ocorrências que é feito na DEAM, inclusive, delegada Rosilene Régis apontou a violência contra mulher como um fenômeno social.

 

“A Bahia é o segundo estado que mais mata mulheres em situação de violência doméstica. Mulher sempre foi subjugada e num passado não tão distante era permitido matar as mulheres, isso estava no código jurídico. É muito significativo perceber que tudo que existe na rede é fruto das lutas das mulheres. Daí a importância deste debate aqui porque ele salva vidas, este é um evento que salva vidas”, finalizou Juci Cardoso, presidente do COMDEDIM.

Após o diálogo foram realizados sorteios de brindes para as mulheres que participaram do evento e ofertas de serviços, como: nutrição, estética, vacinação, bolsas para cursos profissionalizantes, autorização de exames oftalmológicos – em parceria com instituições privadas, Bolsa Família e ACESSUAS Trabalho, além de atendimentos de saúde, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) e 3ª DIRES.

 

SECOM CRAM Prefeitura

Gilmar Mendes manda soltar mais um preso em operação ligada à Lava Jato do Rio


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar nesta terça-feira (5) mais um doleiro preso no mês passado pela Polícia Federal (PF) na Operação Câmbio, Desligo – que é um desdobramento da Lava Jato. Na operação, a PF investiga esquema de corrupção que atuava, por meio de doleiros, no Rio de Janeiro.

Desta vez, por determinação do ministro, o doleiro Antônio Claudio Albernaz Cordeiro poderá cumprir medidas cautelares diversas da prisão, como proibição de deixar o país e de manter contato com outros investigados.

“O perigo que a liberdade do paciente representa à ordem pública ou à aplicação da lei penal pode ser mitigado por medidas cautelares menos gravosas do que a prisão”, argumentou o ministro.

Liberdade a 20 presos

Com o habeas corpus concedido ao doleiro, Mendes concedeu liberdade, nos últimos 30 dias, a 20 presos por ordem do juiz Marcelo Bretas em investigações relacionadas aos desdobramentos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

A Operação Câmbio, Desligo desarticulou um esquema de movimentação de ilícitos no Brasil e no exterior. As operações eram do tipo dólar-cabo, uma forma de movimentação paralela, sem passar pelo sistema bancário, de entrega de dinheiro em espécie, pagamento de boletos e compra e venda de cheques de comércio.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), a atuação de doleiros foi necessária para operacionalizar recursos desviados durante a gestão de Sérgio Cabral no governo do Rio de Janeiro.

 

Agência Brasil

 

Lúcio Vieira Lima pede nova perícia nos R$ 51 milhões apreendidos em apartamento


A defesa do deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) pediu uma nova perícia nos R$ 51 milhões apreendidos pela Polícia Federal em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador. A solicitação foi feita ao Conselho de Ética da Câmara, no início desta semana.

Em uma perícia realizada anteriormente pela PF, as digitais do irmão de Lúcio, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, foram encontradas no imóvel em que estavam as malas com o dinheiro.

O parlamentar está sendo alvo de um processo no Conselho de Ética por uma suposta quebra de decoro. Caso seja comprovada a acusação, o mandato do deputado pode ser cassado.

Lúcio também é suspeito de ter utilizado parte dos salários de dois funcionários do gabinete e ainda utilizar alguns servidores para serviços privados.

Foto: Lucio Bernardo Jr./Câmara dos Deputados

Varela Notícias

São João de Alagoinhas cancela participação de Simone e Simaria e confirma Trio Nordestino e Bell Marques com show especial de forró na programação


Com uma das irmãs afastada dos palcos devido a questões de saúde, a dupla Simone e Simaria, que deveria se apresentar na noite do dia 24 de junho em Alagoinhas não está mais na grade do São João. Quem chega para substituir as cantoras é um dos grupos tradicionais da música baiana, o “Trio Nordestino”, criado originalmente em 1958 por três jovens baianos que receberam ajuda de Luiz Gonzaga, o “Rei do Baião”.

Formado atualmente pelos músicos Luiz Mário, Beto Sousa e Coroneto, o trio traz a herança dos fundadores que se eternizaram no arrasta pé baiano, resgatando influências do xote, do baião e do xaxado em uma mistura que remonta à cultura nordestina das festas tradicionais.

Quem também chega à programação do dia 24 com uma proposta diferenciada de celebrar a história e a memória de grandes nomes da música brasileira é o cantor baiano Bell Marques.

A relação do artista com o São João não é recente. O cantor nunca escondeu sua admiração por ícones como Luiz Gonzaga, que sempre esteve no repertório dos shows, desde os tempos de Chiclete com Banana. Com sua antiga banda, inclusive, Bell chegou a gravar um CD inteiro de sucessos do gênero, em 1992, e agora repete o feito em carreira solo.

Assim como no arraiá da capital, em Salvador, em Namoradilha (Recife) e em Campina Grande (Paraíba), Bell Marques chega ao interior baiano para fazer um show inesquecível em ritmo de forró.

De acordo com George Caboré, um dos organizadores da festa, a mudança representa economia em termos financeiros e foco no planejamento da festa que busca se concretizar como a mais nova tradição da Bahia. “O público esperava ver a dupla no palco. Com a ausência de uma das cantoras, o show não seria o mesmo. Então a substituição se deu por esse fator e também por uma questão de economia, porque conseguimos trazer duas atrações de reconhecimento nacional por um valor inferior ao que estava sendo negociado com as coleguinhas. Com a grade fechada, temos uma programação que, em quase 80%, é formada por bandas de forró e, ao mesmo tempo, temos Luan Santana, no dia 22, então é isso. A gente traz uma grade eclética, diversificada, para agradar tanto ao público jovem quanto aos apreciadores do ritmo tradicional”, explicou.

Além dos dias oficiais do evento, que acontece de 22 a 24 de junho, na Avenida Joseph Wagner, o São João de Alagoinhas conta com o “Trem do Forró”, entre os dias 13 e 17 de junho e com a “Vila do Forró”, que será montada no estacionamento da prefeitura, esquentando o clima com apresentações musicais, feira de comidas típicas, programações culturais e quadrilhas juninas de 15 a 24 de junho.

A previsão é de que a estrutura montada receba até 50 mil pessoas para a festa oficial, de acordo com a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo (SECET). “Referência cultural do agreste baiano, Alagoinhas pode vislumbrar, com a realização do São João, uma excelente oportunidade de apresentar nossa cidade não só aos baianos, mas às pessoas de todos os cantos que nos visitarem”, afirmou Iraci Gama, vice-prefeita e secretária de cultura do município.

Confira a programação completa com as mudanças:

Trem do Forró:
Dia 13 – QUARTA-FEIRA: Funcionários da rede de ferroviários
Dia 14 – QUINTA-FEIRA: Estudantes de escolas públicas e privadas
Dias 15, 16 e 17 – SEXTA, SÁBADO E DOMINGO: Aberto ao público
Horário: 9h às 17h
Entrada: Uma lata de leite ou um pacote de fralda geriátrica

Shows:
Dia 22 – SEXTA-FEIRA:
Zé Duarte
Xote Mania
Luan Santana
Zé Ribeiro

Dia 23 – SÁBADO:
Chiquinho Forró Pesado
Del Feliz
Gil Mourão
Santana O Cantador

Dia 24 – DOMINGO:
André e Mauro
Xinelo Baiano
Zé de Tonha
Trio Nordestino
Bell Marques (especial de forró)

Secom/ Prefeitura Municipal de Alagoinhas

Inhambupe: Polícia Militar conduz menor com simulacro de arma de fogo na praça da matriz


Por volta das 22:40 desta segunda-feira, 04/06/2018, a Guarnição da Policia Militar de Inhambupe durante rondas na área do centro da cidade visualizou o menor R.K.S.A em atitude suspeita, ao proceder abordagem foi encontrado com o mesmo um simulacro de arma de fogo tipo garruncha.


O mesmo foi apresentado junto com o material apreendido na Delegacia de Policia Civil de Inhambupe. 
Exerça sua CIDADANIA. Denuncie e colabore com o combate ao crime em nossa região. Sua identidade não será revelada.


DENUNCIE:
Tel: 75- 99992-4233 ( WHATSAPP)
75-3431-2670 (CENTRAL)
75-99904-0444 (VIATURA)