Vice de Bolsonaro volta a atacar 13º salário: ‘Todos saem prejudicados’


Após a primeira crítica, candidato pediu que Mourão ficasse “quieto” porque estava “atrapalhando”

O vice na chapa do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), general Hamilton Mourão (PRTB), voltou a criticar hoje (2) o 13º salário. Ele afirmou, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, que “todos saem prejudicados pelo abono”.

Foto: Exército Brasileiro/Divulgação

“Na realidade, se você for olhar, seu empregador te paga 1/12 a menos [por mês]. No final do ano, ele te devolve esse salário. E o governo, o que faz? Aumenta o imposto para pagar o meu”, explicou o general sobre a posição contrária ao benefício.

Semana passada, durante uma palestra no Rio Grande do Sul, o general chamou o 13º de “jabuticaba brasileira”, uma “mochila nas costas dos empresários” e “uma visão social com o chapéu dos outros”.

Após a primeira crítica, Bolsonaro desautorizou Mourão e pediu que ele ficasse “quieto” porque estava “atrapalhando”. O presidenciável escreveu nas redes sociais que quem fala em mexer no 13º salário comete “ofensa ao trabalhador” e “confessa desconhecer a Constituição”.

Metro1

Dono de apartamento com R$ 51 mi diz que cedeu imóvel a Lúcio sem formalizar negócio


O empresário Silvio Antonio Cabral da Silveira, dono do apartamento onde foram encontrados os R$ 51 milhões atribuídos aos irmãos Vieira Lima, disse que emprestou o imóvel para Lúcio sem formalizar o negócio. A declaração foi dada há menos de um mês em depoimento a um juiz auxiliar do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Foto: Divulgação

“Nada, nada foi formalizado”, disse o empresário ao ser questionado se registrou em documento o empréstimo. “Eu tenho um empreendimento na Graça, pequeno, e ele sabia da dificuldade que nós estávamos para vender o apartamento. Ele perguntou se eu podia emprestar o apartamento para ele”, afirmou o dono do imóvel.

Durante a audiência, ele disse ainda que esperava encontrar livros e quadros no apartamento quando foi chamado pela PF. “Eu fui na Polícia Federal sem chamamento nenhum, sem advogado, sem ninguém saber o que era, certo de quê? De que tinha livros, quadros, alguma coisa desse tipo. Quando cheguei lá para surpresa minha tinha lá na Polícia Federal um bocado de mala cheia de dinheiro”, declarou.

Bahia Notícias

Prefeitura segue com Programa de Requalificação Urbana e asfalto chega à Rua das Amendoeiras e Miguel Velho


A Prefeitura municipal segue realizando um intenso cronograma de obras de pavimentação pela cidade por meio do Programa de Requalificação Urbana.Desta vez, a Rua das Amendoeiras e suas três travessas, no bairro Rua do Catu e a Rua Catarina Santos, no Miguel Velho receberam asfalto de qualidade, melhorando o deslocamento dos pedestres e a passagem de veículos.

Os serviços de pavimentação e meio-fio foram concluídos esta semana, totalizando 9.380 metros quadrados de extensão e as frentes de trabalho agora seguem com a construção de passeios.

Secom / Prefeitura de Alagoinhas

Presidente do Ibope acha “muito improvável” definição presidencial no 1º turno


A eleição presidencial deverá ser decidida no segundo turno. Isso é o que afirmou, nesta segunda-feira (1º), o presidente do Ibope Inteligência, Carlos Augusto Montenegro, que vê uma disputa entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Kelly Fuzaro/Band

Segundo o Money Report, apesar de achar “muito improvável” uma definição ainda no primeiro turno e também o surgimento de uma terceira via, Montenegro afirmou que “nada é impossível”. O presidente do Ibope explicou, ainda, que o vencedor do segundo turno não será o candidato preferido da população: “o que vai falar mais alto é a rejeição ao Bolsonaro ou ao PT”.

Bocão News

Dia Mundial do Idoso é comemorado no CRAS de Boa União


Em comemoração ao Dia do Idoso, celebrado em 1º de outubro, a Secretaria de Assistência Social (SEMAS) realizou nesta segunda-feira, em parceria com o Conselho Municipal do Idoso (CMI), uma manhã de atividades no CRAS de Boa União. Como parte da programação, os integrantes do Grupo da Melhor Idade do CRAS participaram de uma roda de conversa e receberam esclarecimentos sobre o Estatuto de Idoso com a presidente do CMI, Maria Regina Silva.

De acordo com a palestrante Maria Regina, a ação promovida teve o objetivo de chamar a atenção para a valorização e estímulo da pessoa idosa, tendo em vista a inserção da terceira idade nos diversos espaços da sociedade. “Os idosos merecem ser respeitados como pessoas ainda cheias de vida, sonhos e desejos como qualquer outro cidadão. É extremamente importante lembrar, que no processo de envelhecimento, o papel da família é fundamental, no sentido de acolher a pessoa, promovendo, assim, o seu cuidado, tanto físico quanto emocional. Estes cuidados significam: Atenção, precaução, cautela, dedicação, carinho, compreensão, responsabilidade, a ser partilhado entre os membros da família. Considerando o reconhecimento da pessoa idosa como uma peça fundamental da sociedade”, afirmou a Regina, que destacou ainda o apoio da prefeitura municipal em todas as iniciativas do Conselho.

“Hoje estamos comemorando os 15 anos do Estatuto do Idoso no CRAS de Boa União, em parceria com o Conselho do Idoso. A atividade traduz um reconhecimento à pessoa idosa que tem prioridade e toda atenção das nossas equipes, a fim de integrar e fortalecer os laços afetivos e comunitários”, explicou o coordenador da Proteção Social, Ruidinaldo da Costa Brito dos Reis.

Semanalmente, os grupos da Melhor Idade se reúnem nos CRAS para atividades de entretenimento e aprendizado, com a acompanhamento de assistentes sociais e psicólogos, dentre elas, oficinas de artesanato, gastronomia, dança e festas em datas comemorativas. “É importante a reflexão sobre como os idosos estão sendo tratados em nossa comunidade, e lembrarmos que, se o curso da vida seguir normalmente, todos seremos idosos um dia. Cuidar bem do idoso é respeitar o nosso próprio futuro. Em todas as atividades, buscamos mostrar o quanto eles são especiais para nossa sociedade e merecem o nosso respeito e admiração, a fim de reforçar também o convívio deles no meio social”, afirmou o secretário de Assistência Social , Alfredo Menezes.

Em parceria com o CMI, a programação alusiva ao Dia Mundial do Idoso segue durante a semana com atividades nos CRAS da Praça do Céu e Riacho da Guia.  O Conselho também realizará rodas de conversas na Uneb, Pastoral do Idoso e no Centro Social Urbano – CSU.

Secom / Prefeitura de Alagoinhas

 

 

 

Veja o que acontece nos dias da última semana antes das eleições


Calendário estabelecido pelo TSE traz informações com o que é permitido ou proibido antes das eleições no domingo.

Com as eleições cada vez mais próximas, a última semana antes do pleito tem uma agenda com datas importantes e prazos finais, estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Confira os principais acontecimentos dos dias antes da eleição:

Reprodução Internet

Terça-feira (2)
A partir deste dia, nenhum eleitor poderá ser preso. Segundo o TSE, a medida serve para garantir o equilíbrio da disputa e prevenir que prisões sejam usadas como manobra para prejudicar um determinado candidato. Há exceções: se alguém é condenado por crime inafiançável, pego em flagrante ou por desrespeito de salvo-conduto.
É também o último dia para pedido de verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral. O pedido pode ser feito por membros das coligações e dos partidos políticos, Ministério Público (MP) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Quinta-feira (4)
Último dia de transmissão da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. É também o prazo final de propaganda política com comícios e aparelho de som fixo.
Último dia para debate entre os candidatos no rádio e na TV. Nesta data, a Globo transmite o debate entre os candidatos à Presidência.

Sexta-feira (5)
Data final para a divulgação paga de propaganda eleitoral na imprensa escrita, incluindo a divulgação das edições impressas na internet.

Sábado (6)
Último dia para uso de alto-falantes, distribuição de material impresso (como santinhos), realização de carreatas, caminhadas ou passeatas.
Data em que a Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica deverá promover, em local e horário previamente divulgados, os sorteios das seções eleitorais em que as urnas serão submetidas aos procedimentos de auditoria da votação eletrônica. É também neste dia que será realizada a verificação, pelo TSE, dos sistemas de Gerenciamento, Preparação e Receptor de Arquivos da Urna.

Domingo (7) — Dia da eleição
A partir das 7h serão instaladas as seções eleitorais, com a emissão dos relatórios das urnas eletrônicas instaladas. O pleito começa às 8h e termina às 17h, com os boletins de urna podendo ser emitidos a partir das 17h.

Nesta data estão em vigor as seguintes proibições:

É proibido que o eleitor leve para a urna aparelho celular, máquina fotográfica, filmadora ou equipamento de radiocomunicação. A mesa receptora pode reter esses equipamentos enquanto o eleitor estiver votando.
Manifestação individual e silenciosa de preferência eleitoral ou partidária são permitidas. Mas até o término das eleições são proibidas as aglomerações de pessoas com roupas padronizadas, com bandeiras, broches e adesivos que caracterizam algum tipo de manifestação coletiva em apoio a candidato ou partido político.
É proibido que servidores da Justiça Eleitoral, mesários e fiscais partidários usem roupas ou objetos com propaganda de partido político.
É proibido uso de alto-falantes, a promoção de comícios e carreatas, a propaganda de boca de urna e a divulgação de material de campanha. Publicação de novos conteúdos ou impulsionamento de propagandas digitais na internet também também está vedada. A desobediência a esta norma é crime.

Pesquisas eleitorais
É permitida a divulgação, a qualquer momento, das pesquisas realizadas em data anterior à da eleição, para todos os cargos. As pesquisas realizadas no dia das eleições podem ser divulgadas a partir das 17h no horário local para os cargos de governador, senador, deputado federal, estadual e distrital. Já o cargo de presidente só pode ter pesquisas divulgadas após a realização das eleições em todo o país.

G1 Notícias