Aposentado da Petrobrás mantinha de forma irregular em sua casa as araras pertencentes a Coopercar


Na manhã deste sábado dia 15, a Policia Militar recebeu uma denúncia e foi até uma casa no Parque Regente em frente da sede da Pestalozzi, onde conseguiu entrar no imóvel, recuperando assim duas araras que pertencem ao Grupo Coopercar, aves essas que vivem em seu cotidiano soltas junto com mais outras quatro, onde rodam toda a cidade e sempre retornam para o Zoológico que existe dentro da empresa na rua 15 de Novembro.

Com o sumiço delas o proprietário passou a procurar e graças a uma denúncia, as araras já estão em seu habitat natural.

Na residência foi encontrado também mais três papagaios e um animal que podemos classificar como um cachorro do mato ou outra espécie parecida, muita sujeira foi encontrado no local.

Tal imóvel pertence a um aposentado da Petrobrás de pré nome Valfredo que se intitula como terapeuta holístico e Xamã.

Ele não foi encontrado mas responderá por crime ambiental, e pelo furto das araras.

Segundo os militares o interior do recinto era muito sujo.

Ressaltamos que o proprietário da Coopercar o Erasmo foi quem nos acionou a cerca do ocorrido, onde me revelou que estava revoltado com a situação.

Comandante do 4° BPM realiza entrega dos kits da 1ª Corrida Falcão às autoridades convidadas


Nesta sexta-feira (14/12), o Ten Cel PM Reginaldo Moraes, comandante do 4° BPM, realizou a entrega dos kits da 1ª Corrida Falcão, que será realizada na cidade de Alagoinhas, no dia 16 deste mês, com largada às 7h00.

O Ten Cel PM Moraes entregou o kit ao Cel PM Anselmo Alves Brandão, comandante-geral da PMBA, e para o Cel PM Luziel Andrade, comandante do CPRL. Também receberam o kit diretamente das mãos do comandante o prefeito de Alagoinhas Joaquim Neto e Roberto Torres, presidente da Câmara de Vereadores, autoridades que representam os poderes executivo e legislativo.

A corrida é mais uma iniciativa de integração da Polícia Militar à comunidade, bem como o fomento à prática de atividades esportivas, tanto pelos policiais quanto cidadãos civis.

 

Apesar de ser o primeiro ano de realização, a sociedade demonstrou grande interesse e entusiasmo, preenchendo todas as vagas disponíveis.

*PMBA e comunidade na corrente do bem.*

Fux determina prisão de Battisti; decisão pode facilitar extradição


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux determinou nesta quinta-feira, 13, a prisão do italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua em seu país. A íntegra da decisão ainda não foi divulgada.

A decisão de Fux poderá facilitar a decisão do presidente eleito, Jair Bolsonaro, de extraditar Battisti para a Itália. No mês passado, Bolsonaro disse que fará “tudo o que for legal” para extraditá-lo.

Battisti foi condenado na Itália por quatro homicídios, cometidos quando integrava o grupo Proletariados Armados pelo Comunismo. Ele chegou ao Brasil em 2004, onde foi preso três anos depois.

O governo italiano pediu a extradição de Battisti, aceita pelo STF. Contudo, no último dia de seu mandato, em dezembro de 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que Battisti deveria ficar no Brasil, e o ato foi confirmado pelo STF.

Recentemente, a extradição de Battisti voltou a ser cogitada. Em novembro, após a divulgação de notícias sobre a possibilidade de se confirmar a extradição no futuro governo, Battisti reafirmou que confia nas instituições democráticas do Brasil e negou que tenha intenção de fugir de São Paulo, onde vive.

Em outubro do ano passado, o italiano foi preso na cidade de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, perto da fronteira do Brasil com a Bolívia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele tentou sair do país com cerca de R$ 25 mil em moeda estrangeira. Valores superiores a R$ 10 mil têm que ser declarados às autoridades competentes, sob pena de enquadramento em crime de evasão de divisas. Após a prisão, Battisti teve a detenção substituída por medidas cautelares.

Fugas

Cesare Battisti, de 63 anos, condenado na Itália por homicídios, vive em São Paulo. Ex-membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas, ele foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro homicídios na década de 1970, dos quais se declara inocente.

Ele passou 30 anos como fugitivo entre o México e a França e, em 2004, veio para o Brasil, onde permaneceu escondido durante três anos, até ser detido em 2007.

Em 2009, o STF autorizou a extradição em uma decisão não vinculativa que dava a palavra final ao então presidente Lula, que a rejeitou em 2010, no último dia do segundo mandato.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, sinalizou que pretende extraditar o italiano.

PGR

Em novembro, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo que dê preferência ao julgamento do processo que trata da possível extradição de Battisti. Para a procuradora, a prisão é necessária para evitar o risco de fuga de Battisti e assegurar a extradição.

“Revela-se não apenas necessário, mas premente e indispensável a custódia cautelar, seja para evitar o risco de fuga, seja para assegurar eventual e futura entrega do extraditando à Itália, adimplindo, desse modo, com os compromissos de cooperação internacional assumidos pelo Brasil, nos termos do Tratado Bilateral firmado entre os países interessados”, argumentou a procuradora.

Raquel Dodge também sustentou que a decisão do ex-presidente Lula pode ser revista. No entendimento da procuradora, a entrega de estrangeiros é tarefa exclusiva e discricionária do presidente da República e não pode sofrer interferência do Judiciário.

No ano passado, em meio a informações de que o presidente Michel Temer teria aberto um processo administrativo para possível revisão da negativa de extradição de Battisti, a defesa dele entrou com pedido no STF para que fosse afirmada a impossibilidade de revisão da decisão.

A Tarde

Simone e Simaria adiam volta aos palcos para 2019; entenda


Simaria segue dando continuidade ao tratamento da tuberculose ganglionar, doença que a afastou de grande parte dos shows da dupla em 2018

Os fãs de Simone e Simaria terão que esperar mais um pouco para ver as coleguinhas de volta aos palcos juntas.

Reprodução: Facebook/ Arquivo Pessoal

As irmãs, que estavam com uma apresentação marcada para o Réveillon em Manaus, tiveram o show que aconteceria no dia 31 de dezembro, cancelado pelo contratante.

Através de um comunicado divulgado pela assessoria de imprensa da dupla, a empresa confirmou que o retorno das coleguinhas acontecerá no Carnaval 2019.

“A Social Music e a Áudio Mix, empresas responsáveis pelo gerenciamento de carreira de Simone e Simaria, comunicam que, para alegria dos fãs, está confirmada a data oficial do retorno da dupla aos palcos. Será no Carnaval de 2019 para animar ainda mais a folia! Com agenda aberta para shows a partir de março, Simaria manda seu recado: ‘Meus amores, em breve retornamos aos palcos para levar o melhor de Simone e Simaria para vocês. Já temos data marcada para este encontro. O ano de 2019 será muito especial e repleto de novidades que eu e minha irmã, Simone, estamos preparando para vocês. Vamos começar o ano com lançamento de música do nosso novo DVD ‘Aperte o play!’ Nos aguardem que estamos voltando com força total”.

Simaria segue dando continuidade ao tratamento da tuberculose ganglionar, doença que a afastou de grande parte dos shows da dupla em 2018. Já Simone se distanciou das redes sociais sem dar explicações para os fãs e pedido apenas orações.

Vale lembrar que apesar do afastamento dos palcos, as irmãs compõem o corpo de técnicos do The Voice Kids que será exibido em janeiro de 2019.

Bahia.ba

Médico confirma cirurgia de Bolsonaro para o dia 28 de janeiro


Profissional acompanha presidente eleito desde o ataque sofrido em Juiz de Fora (MG)

O médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo, do Hospital Israelita Albert Einstein, afirmou hoje (13) à reportagem da Agência Brasil que a cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia do presidente eleito, Jair Bolsonaro, foi remarcada para o dia 28 de janeiro. Mais cedo, Bolsonaro esteve no hospital, na capital paulista, para uma consulta de rotina, que durou cerca de uma hora.

Inicialmente marcada para ontem (12), a cirurgia foi adiada em novembro após uma série de exames que apontaram uma inflamação do peritônio e processo de aderência entre as alças intestinais. A nova data também é uma adequação à agenda do próximo presidente, que participará do Fórum Econômico de Davos, na Suíça, entre os dias 22 e 25 de janeiro, em um dos seus primeiros compromissos internacionais após tomar posse no cargo.

“É a disponibilidade dele [Bolsonaro]. Agora não dá por causa da posse do dia 1º de janeiro, depois ele tem um compromisso fora do Brasil [Fórum de Davos], que ele não pode deixar de ir. Quando ele voltar desse compromisso, ele será operado”, afirmou Macedo, um dos maiores especialistas em cirurgia do aparelho digestivo no país.

Antônio Macedo acompanha Bolsonaro desde o ataque sofrido pelo então candidato à presidente, no dia 6 de setembro, em Juiz de Fora (MG), durante a campanha eleitoral. Bolsonaro foi esfaqueado no abdômen por Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos. O autor do ataque segue preso na penitenciária federal de Campo Grande.

Agência Brasil

 

 

Hospital Regional Dantas Bião Cadastro reserva PNE’s (Portadores de Necessidades Especiais) PARA DIVERSAS ÁREAS


No período de 12 a 20 de dezembro, o Hospital Regional Dantas Bião estará com processo seletivo aberto para cadastro reserva PNE’s (Portadoras de Necessidades Especiais).

Os interessados devem entregar o currículo com relatório médico na portaria principal do HRDB das 8hs as 16hs
As vagas são para diversas áreas.

Mãe de garoto agredido em Brasília diz que filho passa bem e que espera por justiça


Ela mora em Feira de Santana junto com a família e os filhos estão em Brasília desde a última quinta-feira (6) a passeio para comemorar o aniversário de 9 anos de um primo.

A servidora federal, Jucimara das Mercês Nascimento, mãe de um garoto de 6 anos, que foi agredido por um casal em um condomínio fechado Octogonal em Brasília, afirmou em entrevista ao Acorda Cidade nesta quinta-feira (13) que o filho está bem e que aguarda uma punição aos agressores por parte da justiça.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Ela mora em Feira de Santana junto com a família e os filhos estão em Brasília desde a última quinta-feira (6) a passeio para comemorar o aniversário de 9 anos de um primo. A volta deles para Feira de Santana está prevista para a próxima segunda-feira (17). Jucimara contou como a agressão ocorreu.

“Minha irmã tinha saído para pegar meu sobrinho mais velho e quando retornou já tinha ocorrido o fato. As crianças estavam brincando no play e numa partido de futebol um garoto tropeçou na bola. Meu filho estava em divisão de bola com ele, mas não teve influência na queda. A criança foi levada por adolescentes que também estavam na quadra para os pais que estavam no apartamento”, relatou.

Ainda segundo a servidora pública, passado algum tempo, os pais, ao verem o filho com a boca sangrando, desceram e de uma forma agressiva, prenderam os braços do filho dela para trás e solicitou que o filho deles batesse na criança. Depois a mãe do menino deu um tapa no rosto do menino, que chegou a cair.

Jucimara das Mercês Nascimento disse que o fato ocorreu no domingo e na segunda a irmão dela obteve as imagens da câmera de segurança do prédio (Veja vídeo). Posteriormente ela procurou a justiça.

“Conversei com meu filho que está bem. Ele disse que doeu, ficou um pouco assustado. O lábio dele chegou a ferir, mas ele disse que está bem. Minha irmã e minha mãe estão lá gerindo a situação e agora é esperar pela justiça. Acredito que os pais são inconsequentes, intolerantes e isso não deve ser aceito na sociedade que a gente vive. Não sei classificar o comportamento deles. Ficamos indignados com essa situação. Tem dois meses que meu filho deixou um tratamento, pois ele tinha convulsão e da forma como ele caiu poderia ter causado uma lesão grave”, disse.

Acorda Cidade

 

Dilma Rousseff passa por cirurgia para desobstruir artérias do coração


A ex-presidente Dilma Rousseff passou por uma cirurgia para desobstruir artérias do coração. Ela foi internada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última terça-feira (11) para passar pelo procedimento.

Foto: Roberto Parizotti/ CUT

De acordo com boletim médico, Dilma deu entrada na unidade médica para realização do exame de cateterismo, onde os médicos notaram a presença de eventuais entupimentos nas artérias. “O procedimento foi realizado com sucesso e sem intercorrências”, diz o boletim. A ex-presidente tem alta prevista para esta quinta.

Bahia Notícias

Em entrevistas, prefeito Joaquim Neto faz balanço de gestão e anuncia pacote de obras de mais de 40 milhões


Em entrevistas durante a semana nos programas Rota da Notícia e Jornal do Agreste, o prefeito Joaquim Neto fez um rápido balanço das realizações da sua administração este ano, as prioridades elencadas e as obras em curso. O prefeito ressaltou o bom momento por que passa o município e anunciou um pacote de obras de mais de  40 milhões que serão apresentadas em evento no dia 20 de dezembro, com local a ser definido.

Em 2018 foram 75 obras concluídas, entre elas, Shopping Popular, 48 intervenções de pavimentação, drenagem e calçadas com acessibilidade e 26 vias que foram requalificadas. Em andamento estão 27 obras de pavimentação, drenagem e calçadas com acessibilidade, Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) e a maior intervenção já realizada no município para a prevenção de Alagamentos, o Sistema de Macrodrenagem das chamadas Poligonais que vai beneficiar mais de cinco regiões. A Praça Rui Barbosa, cartão postal da cidade, também foi entregue à população totalmente requalificada e as obras de revitalização do estádio Carneirão estão em vias de serem concluídas.

O Prefeito também destacou avanços nas áreas da educação, saúde e mobilidade urbana, lembrando que, com isso, foram muitas as mudanças, a exemplo da construção da Academia de Saúde no Jardim Petrolar, melhorias na Maternidade Municipal, reformas de Unidades Básicas de Saúde, nova sede do Samu e entrega, na próxima semana, da reinauguração das sedes da Vigilância de Saúde e do CAPS. Na Educação, foram ressaltadas a reforma de escolas e a criação de mil novas vagas para Primeira Infância, com o inicio da construção de cinco creches.Iniciativas como as implantações da Zona Azul e do Sistema de monitoramento irão proporcionar mais fluidez ao trânsito e trazer mais segurança para motoristas e pedestres.
Também foram  citados a requalificação do aterro sanitário as obras de esgotamento sanitário. O município foi entregue à atual gestão com apenas 11% de esgotamento sanitário. Após as ações que vem sendo desenvolvidas, esse percentual será elevado para 35.

“Soubemos trabalhar com organização e corte de despesas”, frisou o prefeito. “Tivemos que resolver muitas questões e fazer ajustes pontuais para que possamos continuar tocando obras e realizar as inaugurações e as ações pontuais que há muito tempo são requisitadas pela população”.
Para o novo ano, o prefeito fez um prognóstico positivo. “Temos ainda dificuldades a enfrentar, mas continuaremos dando prioridade ao pagamento dos salários dos servidores, às obras de Saúde e à Educação, além de colocar em andamento mais R$ 40 milhões em obras, fruto do nosso planejamento e trabalho, que irão mudar a cara da cidade”, anunciou.

Dentre as obras que serão iniciadas já em Janeiro de 2019, estão as requalificações da Praças Kennedy, JJ Seabra, entorno da Igreja Inacabada e construção da Praça da Juventude, na Avenida Luís Viana.

Secom / Prefeitura de Alagoinhas

Ameaçado de prisão, médium propõe trabalhar sob supervisão policial


Defesa de João de Deus apresenta petição em cidade vizinha a Abadiânia

Mesmo com o pedido de prisão preventiva, o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, quer continuar seus trabalhos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás. O advogado Alberto Toron, que defende o médium, apresentou petição nesse sentido nesta tarde, não em Abadiânia, mas em uma cidadezinha vizinha, chamada Alexânia.

O médium João de Deus chega à Casa Dom Inacio Loyola, em Abadiânia.

 

O juiz titular de Alexânia, Fernando Augusto Chacha de Resende, é também, segundo o site oficial do Tribunal de Justiça de Goiás,  juiz substituto em Abadiânia. De acordo com o mesmo documento, a titular em Abadiânia é uma juíza.

O advogado defende que o médium mantenha sua rotina de atividades sob supervisão policial e de câmeras. Toron afirmou que, assim, João de Deus, que se diz inocente, continuará fazendo o bem às pessoas e à cidade, cuja atividade econômica é garantida pela movimentação de milhares de visitantes, do Brasil e do exterior,  à Casa Dom Inácio de Loyola.

Ele não obteve, porém, resposta imediata sobre a petição. Toron disse que aproveitou a ida ao fórum para se apresentar ao magistrado. Ele acrescentou que ainda não teve tido acesso ao pedido de prisão preventiva.

Segundo o advogado, João de Deus, que não foi mais visto, está em Abadiânia, ou em sua casa em  Anapólis, cidade localizada a 30 minutos. Toron confirmou que o médium o visitou em São Paulo na segunda-feira (10). O advogado deu essas informações em vídeo postado no youtube  pelo jornal Metrópoles, do Distrito Federal.

O Ministério Público de Goiás apresentou ontem (12) o pedido de prisão preventiva, do médium acusado de abuso sexual contra adolescentes e mulheres adultas durante sessões de atendimento espiritual em Abadiânia. João de Deus nega as acusações.

Segundo a defesa, João de Deus está à disposição da Justiça para se apresentar e prestar esclarecimentos.

Manifestação

Simpatizantes do médium, vestidos de branco, fizeram hoje uma manifestação na rua da Casa Dom Inácio de Loyola. Com cartazes, nos quais se lia “Espalhe o amor” e “Unidos pela Casa”, os manifestantes rezaram e defenderam a inocência de João de Deus.

Agência Brasil

PF mira desvio de R$ 13 mi no Ministério do Trabalho em nova fase de operação


Investigadores cumprem 14 mandados de busca e apreensão em em Brasília, Goiânia, Anápolis e Londrina

A Polícia Federal deflagrou ontem (quinta-feira 13) a quinta fase da Operação Registro Espúrio, que apura suposto esquema de desvio de recursos no Ministério do Trabalho.

Foto: Divulgação/ PF

Na nova etapa, os investigadores cumprem 14 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, Goiânia, Anápolis e Londrina.

Os agentes recolhem material na sede do ministério, em Brasília. Um dos alvos da operação é a advogada Julianna Machado Arantes Moretto, sobrinha do deputado Jovair Arantes (PTB-GO) e irmã do ex-secretário da pasta Leonardo Arantes. Os dois já são investigados na Registro Espúrio.

Investiga-se o desvio de valores da Conta Especial Emprego e Salário (CEES) para sindicatos e federações, por meio de pedidos fraudulentos de restituição de contribuição sindical.

O consultor jurídico do ministério, Ricardo Santos Silva Leite, suspeito de envolvimento nos crimes em apuração, foi afastado do cargo pelo Supremo.

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, outro alvo das buscas é o ex-superintendente da pasta no Distrito Federal Maurício Moreira da Costa Júnior.
Outros investigados são advogados, servidores públicos e pessoas ligadas ao Sindicato dos Trabalhadores na Indústria e Distribuição de Cerveja, Sucos e Bebidas no Estado de Goiás (Sindibebidas-GO).

De acordo com a PF, após análise e cruzamento de dados, constatou-se que a “organização criminosa desviou pelo menos R$ 12,9 milhões da conta”.

O inquérito sobre o caso diz que o grupo investigado arregimentava entidades interessadas na obtenção fraudulenta de restituições de contribuição sindical supostamente recolhidas indevidamente ou a maior na conta.

Os pedidos, então, seriam manipulados, com o reconhecimento indevido do direito ao crédito.

Os valores, sustenta a PF, eram transferidos da para a conta da entidade interessada, com posterior repasse de um percentual para os servidores públicos e advogados integrantes do esquema.

Os crimes sob investigação são de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e falsificação de documento público.

Em outras fases, a Registro Espúrio mirou o envolvimento de políticos ligados ao PTB e ao Solidariedade em corrupção no ministério.