Vaza áudio atribuído a jornalista da Globo em defesa de Lula e com crítica a Moro


Jornalista não confirmou nem desmentiu que o áudio seja de sua autoria: “Nada tenho a dizer a respeito”

De acordo com reportagem da revista Veja um áudio de pouco mais de três minutos atribuído ao jornalista Chico Pinheiro circula pela internet e mostra uma crítica a ação do juiz Sergio Moro ao decretar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e defesa ao petista.

“Ele precisa sair, sim, mas vai sair na hora que for a hora. Que Lula tenha calma, sabedoria, inspiração divina, para ficar quieto ali um tempo, onde está”, diz  suposto áudio.

O áudio continua, pedindo que Lula fique como está, quieto, por um tempo, pois, com sua prisão, “a direita não tem o que fazer”. “Os coxinhas estão perdidos. Precisam de outro caminho agora”, diz. “Como ele disse (sobre o discurso de Lula no sindicato, antes da prisão), não sou mais um ser humano, sou uma ideia. Ideia não se prende, a gente tá solto.”

Ainda conforme a publicação, em outro momento, ele comenta a cobertura da Globonews, que apresentava a legenda: “Sem Lula, PT precisa traçar novas estratégias”. “Ora, quem tem que traçar novas estratégias agora são eles, vão fazer o que agora?”, disse.

Em seguida, ele faz um trocadilho com a canção Pesadelo, de Paulo César Pinheiro, que começa com a frase “Quando o muro separa uma ponte une”. Na versão aqui entoada, a palavra muro foi substituída por “Moro”.

O jornalista foi responsável por dar a notícia da prisão de Lula no último sábado. Ele era o plantonista do dia, no Jornal Nacional. Por isso, ele teria encerrado o áudio fazendo uma referência à apresentação.

“Um beijo no coração de vocês que me representaram quando eu tinha que apresentar aquele jornal de ontem. Mas está tudo bem. A história é um carro alegre, cheia de um povo contente, que atropela indiferente todo aquele que a negue.”

A revista Veja falou com o jornalista, que não confirmou nem desmentiu que o áudio seja de sua autoria. “Nada tenho a dizer a respeito”, respondeu Pinheiro.

Ouça áudio:

Varela Notícias

Grupo marca protestos em Salvador até o final de semana


Um grupo de manifestantes organiza a partir de amanhã (11) uma série de protestos em Salvador a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba desde o fim de semana. O ato inicial está previsto para ser realizado às 3h da tarde na região do Shopping da Bahia, intitulado  “Dia Nacional de Mobilização em Defesa de Lula Livre”.

 

Já na sexta-feira (13), uma caminhada será realizada, com concentração em frente ao Hospital da Mulher e destino à Igreja do Bonfim. Um ato ecumênico está previsto para acontecer na Igreja Nossa Senhora do Rosário, no Pelourinho, às 5h da tarde.

No dia seguinte, sábado (14), o Rio Vermelho é palco de um ato político cultural “Marielle Vive, Lula Livre” às 16h. Também está prevista uma carretada no domingo (15) em Cajazeiras, às 9h.

Metro1

Explosões de bancos acontecem porque empresas ‘não ligam’ para segurança, diz major


A Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) surgiu com a missão de combater crimes contra instituições financeiras, como o ataque a sede da Prosegur em Eunápolis, no último mês (lembre aqui). Para lidar com esse tipo ação criminosa, que geralmente envolve armamento forte e explosivos, a tropa é treinada para lidar com cenários adversos. “Em todo momento, policiais da Cipe lidam com com situações extremas. Pelo tipo de crime que a gente combate, o PM pode passar até 5 dias trabalhando ininterruptamente em lugares sem água”, comenta o major Ricardo Passos, que atua na Cipe Chapada. Além dos ataques a bancos, a companhia do major ainda lida com outro problema: o comércio ilegal de explosivos que abastecem os ataques. Em uma única apreensão em Novo Horizonte, região do semiárido, a Cipe recolheu explosivos suficientes para destruir 2,7 mil caixas eletrônicos (lembre aqui).

Foto: Divulgação / Cipe Chapada

Sobre o assunto, o policial só agradece uma coisa: “Temos exatamente o mesmo armamento que grandes quadrilhas utilizam no banditismo e no novo cangaço. É o mesmo armamento, graças a Deus, para combater esse tipo de crime”. A experiência de atuação da companhia especializada, porém, deu ao major uma opinião forte sobre o que é preciso para garantir a segurança dos bancos baianos. “A partir do momento que se colocar empresas de seguro fora da cidade, na zona rural, a todo momento teremos explosão”, revelou Passos sobre o projeto que quer proibir empresas como a Prosegur nas áreas urbanas de Eunápolis. A solução para a situação, que ainda é recorrente na Bahia, acaba sendo uma só: “Os bancos precisam investir em segurança. Hoje em dia, com a tecnologia que temos, não era mais para ter nenhum ataque a caixa eletrônico”. Clique aqui e leia a entrevista na íntegra!

Bahia Notícias

Suspeito de matar prefeito de Macajuba é condenado a 16 anos e 4 meses de prisão por júri popular


O homem suspeito de matar a tiros o prefeito da cidade de Macajuba, a 280 km de Salvador, foi condenado, em júri popular, a 16 anos e 4 meses de prisão. A sentença do comerciante Flávio Albergaria de Oliveira foi proferida na última sexta-feira (6).

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Réu confesso, Flávio está preso desde 2015, ano em que ocorreu o crime. Ele foi condenado por homicídio duplamente qualificado. O júri popular ocorreu no município de Ipirá, a cerca de 200 km de Salvador. A defesa do comerciante recorreu, após o final do julgamento, para pedir um ajuste de pena.

O prefeito Fernão Dias Ramalho Sampaio, de 67 anos, foi assassinado no dia 2 de abril de 2015. A vítima foi morta a tiros no momento em que dirigia um carro perto da Igreja Matriz, na região central da cidade.

Varela Notícias

Chegada de turistas em Cruzeiros movimenta economia do turismo em Salvador


A chegada de 2,5 mil turistas em Salvador, nesta segunda-feira (9), vindos do Rio de Janeiro em um navio de cruzeiro, gerou incremento no comércio dos principais cartões postais da cidade.

O roteiro incluiu visitas ao Pelourinho, Igreja do Bonfim e orla da Barra. No Mercado Modelo, os visitantes aproveitaram para conhecer o artesanato típico e comprar lembranças da Bahia, movimentando a economia do turismo na capital baiana.

Nesta terça-feira (10), a expectativa é que mais de 4,3 mil passageiros desembarquem em Salvador através do navio MSC Preziosa. Desde novembro, cerca de 220 mil turistas desembarcaram nos portos de Salvador e Ilhéus. Segundo a secretaria de Turismo da Bahia, este número representa um incremento de 8% no fluxo turístico do segmento, em relação à temporada anterior.

Foto:Divulgação

Entre roupas com bordado Richelieu e balangandãs de metal, a argentina Sabrina Damico se disse encantada com Salvador. Pela primeira vez na Bahia, a turista de Buenos Aires disse que a visita rápida, de aproximadamente seis horas, despertou a vontade de voltar: “Quero aproveitar as férias de inverno para vir novamente e conhecer mais”.

Argentina de Mendonza, Sônia Takemura comunga do mesmo desejo. “É tudo muito bonito, mas o tempo foi pouco. Tenho que voltar”, disse a visitante que esteve no Pelourinho e usou serviço de táxi para conhecer também a praia e o Farol da Barra.

Segundo Nilza Nunes, responsável pelo city tour de 48 passageiros da embarcação MSC Poesia, os aspectos históricos foram as principais curiosidades dos visitantes durante o passeio. “No caminho, vou falando sobre os atrativos, e os turistas sempre querem saber mais sobre a história do Brasil e da Bahia”, explicou a guia de turismo, que percorreu pontos turísticos como o Dique do Tororó.

Para os vendedores Paulo Landim e Jenifer Castro, que atuam no Mercado Modelo, a chegada de navios aquece as vendas. “Os turistas de cruzeiros sempre compram, e as vendas hoje foram ótimas”, disse Landim.

Bocão News

4º BPM de Alagoinhas recebe “Prêmio de Desempenho Policial” por redução dos índices de criminalidade


Mais uma vez o 4º BPM – Batalhão de Polícia Militar que atende Alagoinhas e região, recebe hoje (10/04) da SSP/BA (Secretaria de Segurança Pública da Bahia) o prêmio “Por Desempenho Policial” PDP.
Essa premiação é conquistada pelos batalhões que conseguem atingir a meta estipulada pela SSP por redução do CVLI (Crimes violentos letais intencionais) em sua área de atuação.

O PDP faz parte do “Pacto Pela Vida” um conjunto de ações da SSP que visa o incentivo das tropas para que se atinja metas, reduzindo assim os índices de criminalidades na Bahia.

Recôncavo News