São Francisco do Conde: Arma roubada de cabo do Exército é encontrada; homem é preso


Uma arma roubada de um militar do Exército foi encontrada em uma ação em São Francisco do Conde, no Recôncavo. A arma, uma Beretta 9 milímetros, foi tomada de assalto na última quinta-feira (27) em Amélia Rodrigues, na região de Feira de Santana. No dia, militares do Exército faziam um trabalho em apoio ao Departamento Nacional de Infraestrutura de transportes (Dnit). Segundo o G1, o Exército informou que o contingente do 19° Batalhão de Caçadores de São Francisco do Conde recebeu uma denúncia anônima de que uma arma havia sido escondida em um local da cidade. Após checagem, foi encontrada a arma, além de munição. Um homem, identificado como Kevin Bispo de Araújo, foi preso na ação e segue detido à disposição da Justiça Militar. Na segunda-feira (27), agentes fizeram buscas pela arma em Feira de Santana e chegaram a bloquear as ruas de um bairro.

TCU investiga operação de socorro à Caixa Econômica com recursos do FGTS


O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu processo para investigar possíveis irregularidades na operação de socorro à Caixa com recursos do FGTS. A autuação foi feita com base em representação do Ministério Público. Os procuradores pedem medida cautelar para impedir que Caixa e FGTS adotem medidas para concretizar a operação. O pedido das cautelares precisa ser analisado, mas tem potencial para adiar avaliação da operação pelo conselho curador do FGTS. O colegiado se preparava para verificar a possibilidade de transformar papéis de dívida de longo prazo emitidos em favor da Caixa em bônus perpétuos de R$ 10 bilhões na próxima reunião, em dezembro. A operação é necessária porque a Caixa enfrenta dificuldades de capital que podem restringir sua capacidade de emprestar. O banco está pressionado porque o Tesouro, acionista único da instituição, avisou que não tem como capitalizar a Caixa por causa da delicada situação fiscal do governo. Ao mesmo tempo, o Banco Central cobra o cumprimento de exigências mais duras para o capital do banco, seguindo regras internacionais. A Caixa analisa outras medidas possíveis para melhorar sua situação, como um repasse de carteira de crédito para o BNDES, que apresenta situação mais confortável.

Ação desarticula esquema de venda ilegal de cerveja em Teixeira de Freitas e Itagimirim


Uma operação para desarticular um esquema de comércio ilegal de cervejas cumpre mandados judiciais na manhã desta quarta-feira (29) em Teixeira de Freitas e Itagimirim, no sul baiano. Os mandados são cumpridos também em três municípios do Espirito Santo. A Operação Gelo, como é chamada, foi desencadeada pelos ministérios públicos da Bahia e do Espírito Santo, por meio dos Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco/BA e Gaeco Norte/ES). Ao todo, são 23 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão e 15 mandados de condução coercitiva expedidos pela 3ª Vara Criminal de Linhares a pedido do MP-ES. Na Bahia, cinco promotores de Justiça e 26 policiais do Estado participam das ações. Ainda participam da operação, a Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo (Sefaz-ES), o Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar ao MPES (NI-AMMP), o 12º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo e a Polícia Militar do Estado da Bahia, por meio da Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica (Caema).

Catu: Grupo cobra nomeação de juiz; ‘trabalho aqui é paliativo’, diz advogado


Advogados de Catu, na região de Alagoinhas, agreste baiano, cobram a nomeação de um juiz titular para a Vara Cível da cidade. Nesta terça-feira (28), um grupo fez uma manifestação em frente ao Fórum Desembargador Wilton de Oliveira e Souza, no bairro Boa Vista, na entrada da cidade. Segundo o grupo, desde 2011 a comarca não tem um juiz titular, o que prejudica o andamento dos processos. Uma juíza titular em Ipirá, na Bacia do Jacuípe, Luiza Elisabeth Sales Santos, é quem atua como substituta na vara cível em Catu. A magistrada vai, em média, um dia na semana, para Catu, segundo o grupo. Presente no ato desta terça, o advogado João Maurício Costa disse que o trabalho da magistrada não é suficiente. “Nós queremos que o tribunal [TJ-BA] se posicione e diga quando vai nomear juiz titular. A gente agradece o trabalho da juíza substituta, mas o trabalho dela tem sido paliativo. O que nós precisamos é de um juiz que esteja na comarca todo dia, despachando, dando sentença”, declarou ao Bahia Notícias.

Polícia apresenta dupla suspeita de matar subtenente em shopping; dois são procurados


As polícias Civil e Militar apresentam nesta quarta-feira (29) dois homens suspeitos de matar o subtenente da PM Fabiano Fortuna e Silva, em setembro deste ano, no Shopping Paralela. Eduardo Santos de Araújo, o Dudu, de 37 anos, foi localizado no bairro do IAPI, em 23 de outubro, a bordo de um Gol branco, de placa PKM 2057 roubado. Já Marcelo de Moura Fernandes, de 34 anos, foi preso em 30 de outubro, no Vale dos Barris, por equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e confessou participação na morte do policial. Ele era procurado por roubo e tentativa de latrocínio. A polícia procura ainda por outros dois suspeitos: Michel da Silva Nascimento, autor do disparo, e Luís Eduardo Santos Ribeiro, o Chapão, que conduzia o veículo e anunciou o assalto.

Pesquisa aponta 70% de aprovação a Neto em Salvador e 65% a Rui na Bahia


Foi divulgada na manhã desta quarta-feira (29), através da Record TV Itapoan, mais uma pesquisa de aprovação dos governos do prefeito ACM Neto (DEM) e do governador Rui Costa (PT). Feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, o levantamento aponta que o democrata tem a aprovação de 70,8% dos soteropolitanos e o petista de 65,7% dos baianos. Para 29,3% dos entrevistados, a gestão de Rui é desaprovada; 4,9% dos ouvidos não souberam opinar. Perguntados como avaliam a administração estadual, os eleitores que consideram boa representam 31,5%. Outros 38,1% afirmam que a gestão é regular; 11,1% ótima; 9,2% ruim; 8,7% dizem que a gestão é péssima; e 1,2% não soube opinar. No cenário municipal, a gestão do prefeito ACM Neto é desaprovada por 25,9%, e 3,3% não souberam responder. Para 18%, a administração do democrata é considerada ótima. 36,5% acham boa; 28,9% regular; 6,6% dizem que é ruim; 9% apontam como péssima; e 15% não soube opinar. No último levantamento do Instituto, Neto tinha aprovação de 86%, o que representa uma queda de 16% para a pesquisa divulgada hoje.