Todos eles gostam muito de mim’, diz Ratinho após chamar homossexuais de ‘viados’


Após gravar um vídeo em que afirma que a TV Globo está colocando “muitos viados” em sua programação, o apresentador Ratinho se justificou dizendo que “era brincadeira”.

Reprodução/SBT

“Em nenhum momento quis ofender nenhum gay, até porque eu trabalho com todos eles, todos eles gostam muito de mim, eu gosto muito deles. Não tem nada a ver, eu fiz uma brincadeira, uma brincadeira”, disse o apresentador em novo vídeo publicado no Instagram nesta quinta (4).

“Lamentavelmente algumas pessoas não entenderam assim. Mas eu quero mandar um abraço e dizer que eu respeito todo mundo”, completou.

Nesta quarta (3), na primeira gravação, Ratinho disse que a Globo “colocou viado até em filme de cangaceiro”.

“Estava vendo as novelas da Globo. Temos que olhar a concorrência. Mas a Globo colocou viado até em filme de cangaceiro. Naquele tempo não tinha viado. É muito viado. Não sei o que está acontecendo. Não tem tanto viado assim”, disse Ratinho, em seu Instagram.

Folhapress

Salvador recebe os primeiros navios de cruzeiros do ano


Mais de 7 mil turistas desembarcam de navios de cruzeiros nesta quarta-feira, 3, em Salvador. Vindos do Rio de Janeiro, os visitantes aproveitam para conhecer pontos turísticos da capital.

Durante todo o mês de janeiro são esperadas em Salvador 14 embarcações, com cerca de 39 mil visitantes

Durante todo o mês de janeiro, são esperadas na capital baiana 14 embarcações, com cerca de 39 mil visitantes. Em Ilhéus, serão seis navios com 23,4 mil passageiros. De acordo com dados da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), esta temporada teve incremento de 8% em relação ao período anterior.

Ao desembarcarem, os visitantes contaram com o receptivo especial, além de baianas distribuindo fitinhas do Bonfim e fazendo selfies com os turistas, a ação conta com mostras da cultura local, com dançarinas representando Iemanjá e grupos tocando música baiana.

A Tarde

 

Golpe do FGTS atinge mais de 600 mil pessoas


Fraude começa com mensagem que informa que quem trabalhou entre 1998 a 2016 com carteira assinada pode receber dois salários mínimos

Rio – O ano mal começou e um novo ataque virtual já teve mais de 600 mil cliques, de acordo com a ESET, empresa de detecção proativa de ameaças. A estratégia da fraude foi utilizada diversas vezes para atrair vítimas em 2017: o saque do FGTS.

O golpe começa com uma mensagem que informa que quem trabalhou entre 1998 a 2016 com carteira assinada pode receber dois salários mínimos. Segundo a ESET, o comunicado contém um link onde supostamente é possível verificar a lista completa de beneficiados.

No entanto, ao clicar no link, ao invés de acessar uma lista de beneficiados, a vítima é redirecionada para uma página, em que deve preencher seus dados como nome, data de nascimento, estado e selecionar outras duas opções.

Já ao clicar no botão de download, a vítima é instruída a compartilhar a mensagem com cinco amigos no Whatsapp. De acordo com a ESET, para gerar uma aparência de veracidade da ação, os golpistas publicam falsos comentários de supostos usuários no Facebook.

Ao concluir os cinco compartilhamentos, a vítima é automaticamente redirecionada para diferentes URLs, chegando em uma página bastante duvidosa que promete vagas de emprego.

“Mesmo já tendo terminado o prazo para o saque do FGTS inativo há mais de seis meses, o assunto continua sendo explorado. Isso indica que as principais formas de se proteger de golpes online são a informação e o bom senso. Sempre que receber algo que parece bom demais para ser verdade, desconfie e pesquise sobre antes de clicar”, reforça Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET no Brasil.

Em nota, a Caixa Econômica Federal informou que não envia mensagens por e-mail ou WhatsApp sobre saques de benefícios sociais. O banco ainda ressaltou que disponibiliza em seu portal na internet e em suas agências (http://www.caixa.gov.br/atendimento), orientações de segurança com o objetivo de alertar seus clientes quanto ao risco de golpes, seja por e-mails spam, aplicativos, sites falsos ou telefone.

 

O Dia

Prioridade em investimentos: confira as principais ações contempladas pela Lei Orçamentária Anual 2018.


Foto: Reprodução

No primeiro ano à frente do executivo municipal de Alagoinhas, Joaquim Neto conquistou avanços em diferentes setores, com o fortalecimento das ações em saúde, reformas e encaminhamento para construção de novas creches e escolas, retomada dos serviços de assistência social e requalificação em diversas vias da cidade.

Para reforçar essas ações e garantir a entrega das principais demandas da população, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento (SEPLA), foi elaborada a Lei Orçamentária Anual de 2018 (LOA). A LOA é um dos instrumentos obrigatórios determinados no modelo orçamentário pela Constituição Federal e viabiliza a execução do plano de trabalho, disciplinando as ações. Com o intuito de fazer valer a Lei da Transparência e garantir a participação popular na elaboração dessa peça orçamentária de extrema importância foram realizadas 20 consultas populares em 2017 pela SEPLA em parceria com a Ouvidoria Municipal.

A LOA 2018 de Alagoinhas, apresentada no início de dezembro na Câmara de Vereadores, prevê ações em todas as Secretarias, com prioridade para os investimentos nas áreas de infraestrutura urbana e rural, saúde, educação, agricultura familiar e assistência social.

O orçamento fixado em 373,9 milhões de reais, representa um crescimento de 18% em relação ao de 2017, que só foi possível devido ao esforço do governo Joaquim Neto na captação de convênios com governo federal e financiamentos para investimentos na cidade.

Outros destaques importantes são para os investimentos na saúde e educação. Constitucionalmente devem ser investidos, respectivamente, 15% e 25% para esses setores, mas a atual gestão da Prefeitura de Alagoinhas já fixou no mínimo 20% para a saúde e 26% para a educação em 2018, o que reforça a prioridade estabelecida para essas duas áreas.

 

Secom/PMA

Em carta, governadores pedem socorro à União para conter crise penitenciária.


São propostas 5 medidas para crise

Goiás registrou 3 motins na semana

Os governadores propõe 5 medidas para combater a crise de segurança pública no país. Wilson Dias/Agência Brasil

Em manifesto, 7 governadores pedem “providências urgentes” ao governo federal para impedir o agravamento da crise penitenciária no país. Os gestores querem 1 fundo nacional para segurança pública e a construção de mais presídios federais. A reclamação é simples: quebrados, os estados não têm dinheiro e a situação se agrava rapidamente (eis a íntegra do manifesto).

A carta é assinada pelos governadores Marconi Perillo (PSDB-GO), Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), Pedro Taques (PSDB-MT), Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), Marcelo Miranda (MDB-TO), Confúcio Moura (MDB-RO), Flávio Dino (PC do B-MA). A crise em Goiás é destaque nesta semana ao registrar 3 rebeliões em 5 dias.

 

Poder 360

 

Homem é preso com 40 toneladas de papelão roubado em Feira de Santana.


Material estava sendo transportado para Santo Amaro

Um homem foi preso nesta quinta-feira, 4, em Feira de Santana (a 109 km de Salvador), transportando uma carga roubada com 40 toneladas de papelão prensado.

De acordo com a Polícia Civil, a carga era levada por Fredison dos Santos Veloso, que saiu da cidade de Salgueiro, em Pernambuco, e ia para Santo Amaro, no Recôncavo Baiano.

Fredison pretendia vender a carga em Feira de Santana por R$ 20 mil. Em depoimento ao delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas, o suspeito negou qualquer envolvimento com o desvio da carga, mas confessou que havia se apropriado do material.

 

A Tarde