Prefeitos baianos farão moblização na próxima quinta-feira


Os prefeitos baianos realizarão uma grande mobilização na próxima quinta-feira (26). A paralisação acontecerá às 8h, quando os prefeitos sairão da sede da UPB e caminharão em direção a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia para uma audiência pública. O movimento, que também acontece em todos os estados do Brasil, tem apoio da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O Movimento Pró-Município tem como principal objetivo chamar a atenção dos poderes estadual e federal para a grande crise financeira, que assola as prefeituras. “Agora é a hora. Vamos sair às 8h da manhã, da porta da UPB. Contamos com a adesão de todos. Esse é um movimento dos municípios. Tenho certeza que sairá resultado desta ação”, convocou o presidente da UPB e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro. Foram convidados para audiência pública os 39 deputados federais da Bahia e os três senadores do Estado, Lídice da Mata, Otto Alencar e Roberto Muniz. Na pauta estadual estão os repasses em atraso da saúde, transporte escolar e assistência social; divisão dos royalties do petróleo com os municípios; implementação da Lei de Incentivo à Cultura no interior da Bahia e a revisão do cálculo do IPVA. Na pauta federal a redução de quase 100% no orçamento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), que atinge diretamente os CRAS e CREAS.

Fonte:Politica Livre

Vereador comemora notícia de instalação de Centro de Convenções no antigo Aeroclube


 

Após derrubar a liminar que impedia a utilização da área do antigo aeroclube, a Prefeitura de Salvador já prospecta a utilização da área para eventos diversos como uma arena multiuso, a começar pelo Réveillon da cidade, que já faz parte do calendário de grandes eventos do Brasil. “Após meses de indecisões e incertezas por parte do governo do Estado com o Centro de Convenções, o prefeito de Salvador mais uma vez sai na frente e anuncia esse grande equipamento devolvido à cidade”, disse o vereador Ricardo Almeida, também presidente da Comissão de Turismo da Câmara de Vereadores de Salvador. “Essa era uma solicitação antiga do trade e só temos a comemorar, a manutenção do Centro de Convenções onde ele foi criado, e por conta de todo o entorno criado em função dele. Mais uma vez a Prefeitura sai na frente, seguindo o passo para Salvador avançar mais e mais”. Almeida afirmou ainda que, apesar da crítica da oposição sobre o local escolhido, isso mostra que a Prefeitura vai além de promessas. “Com certeza será um equipamento construído para resistir à maresia, à todas as adversidades do local e que será pensado da melhor forma no que diz respeito à manutenções e preservação”, concluiu.

Lula diz que fará referendo para revogar reformas de Temer se for eleito.


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste domingo, em entrevista ao jornal espanhol “El Mundo”, que fará um referendo para revogar muitas das reformas aprovadas pelo presidente Michel Temer caso vença as eleições de 2018.

Para Lula, o país tem que voltar a ser governado pensando nas maiorias e não em alguns poucos. Ele também acusa Temer de pretender “privatizar” o Brasil e justifica sua vontade de se candidatar mais uma vez para mostrar ao mundo que o Brasil “pode funcionar”.

“Me candidato aos meus 72 anos porque há muitas pessoas que sabem governar, mas nenhum sabe cuidar do povo mais necessitado como eu faço. Conheço suas entranhas, sei como vivem, do que precisam. Se acreditavam que uma condenação ia me tirar a ideia de ser candidato, conseguiram o efeito contrário”, disse Lula na entrevista.

“O julgamento ao qual estou submetido é uma farsa. Nem a Polícia Federal nem o Ministério Público encontraram uma única prova para me acusar, por isso digo que a sentença do juiz Sérgio Moro é eminentemente política”, completou o ex-presidente ao ser perguntado sobre a condenação em primeira instância a nove anos e seis meses de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

O ex-presidente afirmou que hoje a imprensa tem mais poder que o Ministério Público no Brasil e que, pela primeira vez, um juiz está se comportando de acordo com a opinião pública.

“Encontraram dinheiro na casa de Aécio Neves, na do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, na do ex-ministro Geddel Vieira Lima, mas na minha casa, nada. Mexeram nas contas de bancos de todo mundo para encontrar algum desvio de dinheiro e, nada. Mas de manhã, de tarde e de noite a imprensa me destrói e se nega a publicar que não há provas contra mim”, criticou Lula.

“O povo confia em mim porque sabe quem sou e o que fiz por eles. Me apoia por minha honra e minha honestidade, e, aos 72 anos, não tenho o direito de ficar nervoso. Eles fazem o jogo deles e eu o meu. Eles me acusam por meio da imprensa e eu me defendo com o povo. É uma pena o que estão fazendo comigo e com a minha família. Todo esse processo apressou a morte de minha mulher. Meus filhos têm suas casas invadidas pela polícia e não encontram nada, mas ninguém nos pede desculpas”, disse o ex-presidente.

Sobre a questão da Venezuela, Lula diz que defende para o país vizinho o mesmo que para o Brasil. “Que lide com seus assuntos sem ingerência externa”, afirmou.

 

Aviao cai no mar logo apos decolagem na costa do marfim.


Um avião de modelo desconhecido caiu no mar logo após decolar na Costa do Marfim, comunica a mídia referindo-se a relatos das testemunhas. De acordo com a agência Reuters, o acidente ocorreu neste sábado (14) às 8h30 da hora local (5h30 de Brasília) durante uma tempestade com chuva forte e relâmpagos. Até agora, não está claro que tipo de aeronave era. O portal Koaci.com, por exemplo, afirma que podia ser um avião cargueiro de uma empresa que estaria transportando cargas destinadas ao exército francês. A Reuters, por sua vez, apenas informou que se tratava de um avião cargueiro com motor à hélice, segundo as testemunhas.

 

Fonte:Alta Pressão

Temer diz que sua relação com Maia está ‘tranquila’


A quatro dias da votação da segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) na Câmara dos Deputados, o presidente Michel Temer disse no início da tarde deste sábado, 21, que sua relação com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), está “tranquila”. Em entrevista coletiva após participar de evento sobre a preservação do Pantanal, no interior do Estado do Mato Grosso do Sul, Temer fez elogios e afagos a Maia e afirmou que não há qualquer ato do parlamentar fluminense que tenha sido prejudicial ao governo. Disse ainda que Maia atua como um “verdadeiro magistrado”. “[Minha relação com Maia está indo] muito bem, ‘tranquilo’. É uma relação de muito respeito, respeito institucional. O Rodrigo exerce suas funções com grande probidade, baseado na Constituição e no regimento interno da Câmara dos Deputados. É um verdadeiro magistrado em todas as questões. Nas questões que dizem interesse ao País, ele tem sido um colaborador extraordinário com nosso governo”, afirmou. “Não há um ato qualquer que seja, digamos, prejudicial ao governo. Ao contrário em todos os momentos, ele age para fazer aprovar as nossas matérias, que apresentamos e que são de interesse do País. É um homem vocacionado para a vida pública”, acrescentou. Maia tem entrado em rota de conflito com o governo Michel Temer há algumas semanas. O ápice aconteceu no último fim de semana, após a divulgação de vídeos da delação do operador financeiro Lúcio Funaro no site da Câmara. Nos vídeos, Funaro cita irregularidades envolvendo o presidente da República. Os vídeos foram publicados junto com os demais documentos da segunda denúncia contra Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), que deve ser julgada pelo plenário da Casa na próxima quarta-feira (25). A divulgação provocou bate-boca público entre Maia e o advogado de Temer, Eduardo Carnelós, após o advogado classificar a divulgação dos vídeos como “vazamento criminoso”. Na entrevista neste sábado, Temer evitou responder se está confiante de que conseguirá barrar a segunda denúncia no plenário da Câmara, assim como aconteceu com a primeira. “Isso vou deixar por conta da Câmara dos Deputados”, desconversou.

 

 

Fonte:Politica Livre

Geddel diz que se encontrou com doleiro só para dar “um abraço”.


 

O ex-ministro Geddel Vieira Lima disse que se encontrou com Lúcio Funaro no hangar da empresa Aero Star, em Salvador, para “dar um abraço” no doleiro, segundo informou a Folha de S. Paulo em sua edição de hoje. Em depoimento dado à Polícia Federal em julho deste ano, uma semana depois de ter sido autorizado pelo Tribunal Regional Federal a deixar a Penitenciária da Papuda para cumprir prisão domiciliar, ele também afirmou que foi indicado em 2011 para o cargo de vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa pelo então vice-presidente Michel Temer, que acumulava a presidência do PMDB nacional à época. Geddel, que se encontra hoje detido mais uma vez na Papuda, depois que a Polícia Federal estourou um bunker com R$ 51 milhões que lhe atribui, foi preso pela primeira vez no dia 3 de julho pela PF no âmbito da Operação Cui Bono?, que investiga suposto esquema de corrupção na Caixa nos anos de 2011 a 2013 – anos em que ocupou o cargo no banco. No depoimento, o ex-ministro negou ter cometido irregularidades e disse que não recebeu “nenhuma vantagem indevida” por sua atuação no cargo, tendo recebido apenas seu salário no período. O ex-ministro ainda negou que tenha passado informações privilegiadas para interlocutores como Eduardo Cunha e que as informações “eventualmente demandadas” pelo deputado “não alteravam o curso natural das operações de crédito”. Sobre o encontro com Funaro em Salvador, Geddel disse que os dois conversaram sobre “amenidades”. Em sua delação, Funaro dá outra versão: afirma que o hangar era usado para fazer repasses de dinheiro de propina ao peemedebista.