Professores em greve realizam protesto na Avenida Juracy Magalhães


Manifestação aconteceu de forma espontânea; categoria se diz “indignada”

Os professores da rede de ensino municipal ainda estão em greve e, na tarde desta terça-feira (07), a categoria realiza uma manifestação na Avenida Juracy Magalhães, em Salvador. A categoria saiu da sede da Secretaria de Educação, deu a volta na Avenida e decidiu retornar ao ponto de partida.

Em entrevista ao Varela Notícias, uma das diretoras do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), explicou que a movimentação não havia sido agendada e foi feita de forma espontânea, por conta da grande quantidade de professores que estavam ao local. Segundo ela, a categoria está “indignada” com a falta de resultado nas negociações.

“Teve [reunião com a Prefeitura] ontem, mas não ficamos satisfeitos com o resultado da negociação, a categoria rejeitou. Foi tratado o concurso público e a eleição para gestão escolar, mas as questões econômicas, não. Como é que a gente vai aceitar ficar durante quatro anos sem uma mudança de nível? Porque um professor se qualifica, faz mestrado e doutorado e não recebe de acordo com a sua qualificação. E o reajuste, ne? O que a gente quer é que se concentre os aposentados e o Reda [Regime Especial de Direito Administrativo]”, explica.

Foto: Varela Notícias

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Aragão Notícias.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Aragão Notícias pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.